Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

'Cuidando' de sobrinhos, porteiro estupra menina de 10 anos em Cuiabá



A menina de 10 anos estava na casa do tio porque a mãe foi levar os irmãos ao posto de saúde. Sem outro adulto em casa, ele trancou a menina no quarto e cometeu os abusos sexuais.
O porteiro Joedilson Neves de Oliveira, 47, foi preso neste sábado (19), acusado de ter estuprado sua sobrinha de 10 anos, no bairro Doutor Fábio, em Cuiabá.   
Segundo relatos da vítima, ela e o irmão de apenas 07 anos de idade, a mãe saiu para levar dois de seus irmãos para atendimento médico em uma unidade de saúde, e para que ela e o irmão de sete anos não ficassem sozinhos, a tia, que é mulher do acusado os levou para sua casa. 
A tia saiu para trabalhar e deixou as crianças aos cuidados de Joedilson. Logo depois que a mulher saiu o porteiro levou a menina para o quarto, sob o pretexto de fazê-la dormir. Ele trancou a porta e deixou o menino de sete anos na sala vendo filme.
No quarto o criminoso abusou da criança, que relatou ter tentado impedir que ele tocasse sua genitália, mas não conseguiu.  A vítima disse que o homem tirou sua roupa e começou a beijar suas costas e barriga e depois a obrigou a sentar em seu colo.
Após os abusos, o irmão da vítima de 07 anos bateu na porta para usar o banheiro, que fica no quarto.
Ao entrar no cômodo, o menino percebeu que a irmã estava aos prantos e ao chegar em casa, contou o que ocorreu para a mãe. Ao saber do pranto da menina, a mãe perguntou à vítima o que estava acontecendo. A menina então contou à mãe que havia sido abusada pelo tio. 
Diante disso, a mãe levou a menina até a delegacia e relatou o crime.
Ao receberam a denúncia, os policiais foram até a casa do acusado e prenderam Joedilson.
 Ele foi levado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), para procedimentos. Em depoimento, ele negou que tenha cometido o crime. 
Repórter MT

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog