Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Sobrevivente do voo da Chape conta que luzes apagaram antes de cair



A auxiliar de voo Ximena Suárez conversou com o governador de Antioquia e contou que iluminação do avião deu pane.
O governador de Antioquia, Luis Pérez, foi ao hospital para falar com a auxiliar de voo Ximena Suárez, uma dos seis sobreviventes do voo que caiu com a delegação da Chapecoense na última terça-feira (29/11). De acordo com relato dela, as luzes do avião começaram a apagar pouco antes da queda.
“O pouco que ela falou foi que as luzes começaram a desligar de forma gradual e que em 40 a 50 segundos ela sentiu a pancada. Ela se recorda até aí” disse Pérez, em entrevista à rede Caracol.
Além de Ximena Suárez, mais cinco pessoas sobreviveram: os jogadores Jackson Follman, Alan Ruschel e Neto, o técnico da aeronave Edwin Tumiri e o jornalista Rafael Henzel.
Pane seca
As desconfianças de que o avião que levava o time caiu por pane seca (falta de combustível) ganham cada vez mais força. Um piloto que viajava próximo ao voo fatídico relatou ter ouvido a conversa entre a tripulação da aeronave da Chape e a torre de controle do aeroporto de Medellín, na Colômbia. De acordo com ele, a tripulação da aeronave da Lamia pediu prioridade de pouso no Aeroporto Rio Negro por conta de problemas de combustível.



Metropolis

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog