NOME NOME NOME NOME NOME

sábado, 3 de dezembro de 2016

Em premiação, Marcelo Serrado e Marcos Veras se beijam para protestar contra homofobia



Os atores Marcelo Serrado e Marcos Veras se beijaram durante a abertura do prêmio Men Of The Year (MOTY), da revista masculina “GQ”, nesta quinta-feira (1°). O ato, realizado como forma de protesto contra a homofobia, foi inspirado no beijo que os atores Bruno Gagliasso e João Vicente de Castro protagonizaram durante edição de 2015 do prêmio.
“Eles fizeram uma ação muito bonita ano passado aqui. Deram um beijo bonito, amoroso, porque são amigos”, relembrou Veras. “De lá pra cá o preconceito só aumentou, principalmente nas redes sociais, então hoje a gente merece copiar essa ação de Bruno e João e dar realmente um beijo nosso”, emendou.
O selinho rendeu aplausos da plateia. “Foi muito forte para mim”, brincou Serrado.
O MOTY premia, há seis anos, uma mulher e 14 homens que se destacam em 15 categorias: Personalidade, Mulher, Cinema, Televisão, Gastronomia, Esporte, Música, Artes, Empreendedorismo, Responsabilidade Social, Estilo, Revelação, Moda Internacional, Moda e Liderança.
Taís Araújo foi a vencedora da categoria Mulher e se emocionou ao receber o troféu das mãos do marido, Lázaro Ramos. Após fazer um discurso sobre a esposa, o ator a levou às lágrimas quando deu o play em dois áudios de seu celular, em que os filhos do casal parabenizavam a mãe.
Outro destaque da noite foi quando Veras chamou a jornalista Glória Maria para subir ao palco e entregar o prêmio Moda Internacional. “Ela, que desvendou os mistérios do mundo e as fumaças da Jamaica, nossa diva maior do jornalismo brasileiro e dos memes na internet”, brincou. “A essa altura da vida descubro que sou diva dos memes”, disse Glória, aos risos.
E quem recebeu mais aplausos dos convidados foi a campeã olímpica de judô Rafaela Silva, responsável por entregar o prêmio de Responsabilidade Social para seu treinador, Geraldo Bernardes -ele estava representando Flávio Canto, porque o judoca não pode comparecer ao evento. Parte da plateia se levantou para aplaudir a esportista.
Já na categoria Cinema, o vencedor foi José Loreto, com o filme “Mais Forte Que O Mundo”, uma biografia sobre o lutador José Aldo. O ator recebeu o prêmio das mãos do campeão de MMA e da esposa, a atriz Débora Nascimento, que não lhe poupou elogios: “Ele está mais forte, mais sarado e aprendeu a lutar como profissional”.
“Fiquei um ano sem comer pão, macarrão, carboidrato. Tenho que agradecer minha mulher, porque ela aguentou um homem de TPM”, divertiu-se Loreto. “Sou faixa preta em judô e já tive o sonho de ser atleta olímpico, mas a arte me puxou antes, ainda bem. Vida de atleta é ainda mais dura que a dos artistas”.
Ganhadores
A lista completa de ganhadores inclui ainda Rony Meisler (Moda), Cacá de Souza (Estilo), Domenico Dolce & Stefano Gabbana, representados por Bruno Gagliasso (Moda Internacional), Marcos Leta (Empreendedorismo), Rodrigo Galindo (Liderança), David Hertz (Gastronomia), Carlos Henrique Schroder e Alberto Pecegueiro (Televisão), ACM Neto (Personalidade), Vik Muniz (Artes), Isaquias Queiroz (Revelação), Diogo Nogueira, Martinho da Vila e Monarco (Música) e Daniel Dias (Esporte).

Folhapress

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog