NOME NOME NOME NOME NOME

domingo, 29 de janeiro de 2017

Eike embarca em NY de volta ao Brasil: 'Tá na hora de eu ajudar a passar as coisas a limpo'



Eike no aeroporto de JFK, em Nova York Foto: Henrique Gomes Batista 
NOVA YORK - No aeroporto JFK, em Nova York, o empresário Eike Batista, alvo de um mandado de prisão da Operação Eficiência, afirmou ao GLOBO que volta ao Brasil para responder à Justiça. Eike negou que já tenha negociado uma delação premiada. Ao ser perguntado se está traquilo, disse que "tem que mostrar o que é" e precisa passar "as coisas a limpo".
- Eu tô voltando e (vou) responder à Justiça, como é o meu dever - afirmou, acrescentando:
- Sentimento é de tem que mostrar o que é. Tá na hora de eu ajudar a passar as coisas a limpo.
O empresário chegou na noite deste domingo ao aeroporto JFK, para se entregar à polícia no Brasil. Eike está no voo 973 da American Airlines, com decolagem prevista para as 21h45m deste sábado (0h45m no horário brasileiro de verão).
Eike negou que já tenha negociado com algum advogado a possibilidade de propor um acordo de delação premiada.
- Não. Estou me entregando, como é meu dever.
Eike dizer se considera que tem culpa nos fatos que foram narrados pelo Ministério Público Federal - "estou à disposição da Justiça", disse - e afirmou que não pensou em ir para a Alemanha. O empresário tem cidadania alemã, o que poderia dificultar sua captura pelas autoridades brasileiras caso chegasse ao país europeu.
- Não, não. Eu venho sempre para Nova York a trabalho, tá, obrigado.

Extra

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog