NOME NOME NOME NOME NOME

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Filhas encontram a mãe degolada ao chegar em casa na Argentina



Mónica foi morta com cerca de 18 facadas e depois degolada. Marido atual dela é o principal suspeito
O corpo de uma mulher foi encontrado pelas próprias filhas da vítima na casa onde ela morava em Buenos Aires, na Argentina.
De acordo com o jornal "El Clarín", as filhas da mulher, de 5 e 11 anos, tinham dormido na casa do pai e assim que entraram em casa encontraram o corpo de Mónica Haydee Acosta, de 39 anos.
Segundo informações da polícia local, a vítima foi atingida por cerca de 18 facadas e depois degolada. O principal suspeito do crime é o Diego Arnaldo Perrone, atual marido da vítima, que foi preso neste domingo (22), horas depois do corpo de Mónica ser encontrado. 
"Minhas filhas entraram na casa e saíram chorando, aos gritos. Me disseram: 'mamãe está morta'", contou Enrique Guillermo Musso, pai das meninas.
Musso afirma que Diego tem antecedentes criminais por agressão e não podia se aproximar das meninas por causa de uma ordem de restrição. 
O caso está sendo investigado pela polícia local. No dia do crime, Mónica tinha ficado sozinha em casa com Diego, afirma o pai das meninas. "Ela sempre o defendia. Nunca o denunciou", lamentou Musso.

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog