NOME NOME NOME NOME NOME

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Menino de sete anos é atacado por cinco pitbulls em MT



Segundo informações de vizinhos, a criança pulou o muro de uma casa para pegar uma pipa, quando foi atacada pelos cachorros.
O menino J.A.A., de 7 anos, está internado em estado grave, após ser atacado por cinco cachorros da raça pitbull, na tarde de terça-feira (17), no bairro Princesa do Sol, em Várzea Grande no Mato Grosso.
De acordo com informações, o menino está internado no box de emergência infantil do Pronto-Socorro de Várzea Grande, aguardando uma transferência para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro de Cuiabá.
Atualmente, a unidade de Saúde da Cidade Industrial não possui vagas para pacientes que necessitam de UTIs infantis.
O fato aconteceu por volta de17 horas. Segundo vizinhos, J. pulou o muro para pegar uma pipa que caiu na casa de uma vizinha.
No momento em que entrou no local, o menino não percebeu a presença dos pitbulls e foi atacado pelos cinco animais.
Segundo relatos dos vizinhos, os cachorros só pararam com as mordidas após a criança desmaiar. Os ferimentos mais graves estão na cabeça e no rosto.
“Após ser atacado, nem a dona da casa conseguiu fazer com que os cachorros parassem os ataques. Os animais só pararam quando a criança desmaiou devido aos graves ferimentos. Em seguida, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e encaminhou a criança para o Pronto-Socorro de Várzea Grande”, explicou uma vizinha à reportagem.
No entanto, na unidade hospitalar não havia UTI e, por isso, o menino está no box de emergência do hospital.
Segundo o primeiro boletim médico, a criança está com fraturas no rosto e precisou ter a traqueia perfurada, para conseguir respirar, pois está com o rosto enfaixado.
J. passou por um procedimento de reconstrução de parte de sua orelha esquerda, que foi dilacerada pelas mordidas.
A reportagem  tentou contato com a mãe da criança, mas ela mulher não quis falar em razão do estado de choque.
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Repórter MT

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog