NOME NOME NOME NOME NOME

domingo, 8 de janeiro de 2017

Rebelião em cadeia pública de Manaus deixa quatro mortos



O motim entre os detentos começou por volta das 3h do horário local (5h de Brasília).
Foto: Reprodução/TV Globo
Pelo menos quatro pessoas foram mortas na madrugada deste domingo (8) durante uma rebelião na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus. As mortes já foram confirmadas pelo secretário de Administração Penitenciária do estado, Pedro Florêncio.
Segundo o portal G1, o motim entre os detentos começou por volta das 3h do horário local (5h de Brasília). Ainda de acordo Pedro Florêncio, a rebelião foi controlada e já está ocorrendo a contagem de presos. Estão no local equipes do Instituto Médico Legal (IML), da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Reforço em presídios
O remanejamento dos policiais que atuam nos setores administrativos e o retorno de parte dos policiais cedidos para outros órgãos estão entre as ações definidas em reunião pelos Órgãos de Segurança Pública do Amazonas para reforçar a segurança em Manaus e nas unidades prisionais do estado.
As medidas preveem o aumento do policiamento em todas as zonas da capital amazonense, com reforço de aproximadamente 300 policiais. As ações foram anunciadas depois que 56 presos foram mortos no estado. Outra medida é o reforço nos armamentos dos policiais que estão nas muralhas dos presídios. Eles receberão pistolas e espingardas calibre 12.
O governo do Amazonas também instalará uma base fixa no quilômetro 8 da BR-174, onde ficam a maioria das unidades prisionais do estado. A base abrigará policiais de prontidão, que poderão ser acionados em caso de necessidade. Os policiais que forem convocados nas folgas receberão gratificação extra.
A reunião que definiu as ações ocorreu sexta (6) à noite na sede da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e contou com a participação de representantes da Corregedoria-Geral do estado, da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), do Departamento de Polícia Técnico-Científica e do Corpo de Bombeiros.
A Secretária de Segurança Pública do Amazonas também criou uma central de denúncias, por meio do telefone 181, para agilizar as informações recebidas sobre os foragidos. Todas as informações recebidas serão repassadas ao grupo especial que atua nas buscas, formado pelas tropas especiais da Polícia Militar, pelas forças especiais da Polícia Civil e por policiais da Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações Integradas da SSP-AM (Seaop). A central será coordenada pela Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai).

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog