NOME NOME NOME NOME NOME

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

[VÍDEO] Vereador de BH é preso depois de pousar helicóptero em praia de Guarapari



Rubens Gonçalves de Brito, o Bim da Ambulância, fou autuado por dois crimes.Ele foi levado para a delegacia da cidade
A cena chamou a atenção de banhistas que estavam na praia (foto: Secretaria de Segurança do Espírito Santo / Divulgação)
O vereador de Belo Horizonte Rubens Gonçalves de Brito (PSDB), o Bim da Ambulância, foi preso na manhã desta sexta-feira depois de pousar um helicóptero na Praia da Bacutia, em Guarapari. Vários banhistas cercaram a aeronave e outros fizeram denúncia para a Polícia Militar (PM) por causa dos riscos de acidentes. 
A aeronave pousou na areia da praia por volta das 10h. Na aeronave, estavam, além do piloto, o parlamentar e outra pessoa. Pouco depois da descida, alguns banhistas acionaram a Polícia Militar (PM). Em seguida, os delegados das Delegacias de Crimes Contra o Patrimônio e de Infrações e Outras, Marcos Luiz Nery e Diego Barcelos, foram para o local e constataram a irregularidade. 
De acordo com o delegado Marcos Luiz, que ficou responsável pela ocorrência, o vereador vai responder por dois crimes.“Recebemos uma demanda que tinha um helicóptero pousando na praia. Entramos em contato com um militar que estava responsável pela ocorrência e fomos ao local. Realmente tinha a aeronave. Constatamos que expôs a saúde das pessoas que estavam ali a perigo de vida e também expôs a própria aeronave”, explicou.
Segundo a Secretaria de Segurança do Espírito Santo, o vereador foi autuado pelo artigo 132 (Expor a vida ou a saúde de outrem a perigo) e artigo 261 (Expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia). Se condenado, ele pode pegar de três a seis anos e meio de prisão. “Após finalizar a ocorrência, será comunicado ao Juiz Federal que será responsável pela liberdade provisória ou a manutenção da prisão”, comentou o delegado. A aeronave, que foi alugada, foi levada para o Aeroporto de Guarapari onde vai ficar apreendida.
Na declaração de seu patrimônio que vez a Justiça Eleitoral para as últimas eleições, Bim declarou ter patrimônio de R$ 276,3 mil. Segundo pesquisa de mercado, o aluguel de uma aeronave como a que era pilotada pelo vereador custa, em média, cerca de R$ 3 mil a hora de voo. De acordo com a nova remuneração dos parlamentares, aprovada em votação na Câmara Municipal de Belo Horizonte no final do ano passado, ele percebe mensalmente 16.435,88.




Estado de Minas

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog