NOME NOME NOME NOME NOME

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Polícia apreende maconha cultivada em cela de cadeia pública no Ceará



Maconha era mantida escondida entre jarros de plantas medicinais.Vistoria foi realizada após noite de tumulto na cadeia de Tianguá.
Pés de maconham eram mantidos entre plantas medicinais em cadeia pública de Tianguá, no interiro do Ceará (Foto: PM/Divulgação)
Uma vistoria apreendeu celulares, carregadores, fones de ouvido e uma pequena plantação de maconha em uma cela na cadeia pública de Tianguá, no interior do Ceará, na manhã deste domingo (5). De acordo com o sargento da Polícia Militar Manoel Siqueira, as apreensões ocorreram em uma única cela, que foi vistoriada após um tumulto dos presos.
Ainda segundo o sargento, os pés de maconha estavam escondidos entre jarros de plantas medicinais como cidreira e capim santo, que os internos têm autorização para cultivá-los. 
"A vistoria foi realizada bem cedo depois de uma noite de algazarra, confusão e festa na cela, incomodando o trabalho da polícia e os outros presos. Além dos celulares, carregadores e maconha, apreendemos também três cossocos, que são armas artesanais produzidas por eles", explica o sargento.
A cela onde foi realizada a vistoria tem capacidade para seis pessoas e abriga atualmente 10 presos. O sargento Manoel Siqueira afirma que a lotação ocorre em toda a cadeia pública de Tianguá. "Infelizmente nesse cenário de lotação é impossível trabalhar a ressocialização dos presos. É ruim pra todo mundo, pra eles e pra nossa atuação", diz.
Após a vistoria, os agentes penitenciários realizaram os procedimentos de condução dos presos até a delegacia da cidade para que eles respondam pela posse de materiais ilícitos na cadeia pública.
A operação que realizou a vistoria foi realizada pelos policiais Manoel Siqueira, M. Neto, sargentos Quirino e Flavione, cabo Wanderlan e soldado Costa.
Vistoria em cela na cadeia pública de Tianguá foi realizada após tumulto em cela (Foto: PM/Divulgação)
Do G1 CE

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog