NOME NOME NOME NOME NOME

quarta-feira, 8 de março de 2017

Maternidade decide não fazer aborto de garota de 11 anos vítima de estupro em Teresina-PI



Foto/Internet
A maternidade Dona Evangelina Rosa,que fica em Teresina -PI informou, através de nota, que não vai realizar o aborto de uma garota de 11 anos, grávida vítima de estupro. A maternidade considera que  o tempo  gestacional está fora da idade de interrupção legal da gravidez (até 20/ 22 semanas), sendo que, preferencialmente, a gestação deveria ser interrompida até a 12ª semana, segundo protocolos do Ministério da Saúde.  "O procedimento de interrupção da gravidez não foi indicado", diz a nota.
Ainda de acordo com o documento, a  não interrupção da gravidez nessa idade gestacional objetiva ainda salvaguardar a saúde da adolescente e do seu filho, assegurar os princípios éticos e legais do serviço de saúde e de seus profissionais, bem como reduzir riscos de morbimortalidade materna. 
A menor foi acolhida e atendida no Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS) por uma equipe multiprofissional, onde foi realizada ultrassonografia pélvica que constatou gestação de 25 semanas, feto único, totalmente formado, batimentos cardíacos e formação normal sem nenhuma anormalidade visível. Foi ainda realizado um  Boletim de Ocorrência (BO) e exame de corpo de delito no vizinho estado do Maranhão. 
Na nota, a maternidade diz que irá disponibilizar toda assistência necessária para o acompanhamento da gravidez e do parto com qualidade e humanização, ocasião em que será orientada e encorajada para as possibilidades de cuidar da criança ou, se preferir, disponibilizar para adoção.

Com informações do meio norte

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog