NOME NOME NOME NOME NOME

quinta-feira, 2 de março de 2017

Mulher é cremada viva após ser dada como morta



Um parente desconfiou que ela estaria viva durante a cremação. A polícia fez a necrópsia e constatou que ela ainda respirava.
Uma mulher de 24 anos foi cremada viva na Índia. Rachna Sisodia foi declarada morta por médicos do Hospital Sharda, do estado indiano de Uttar Pradesh. Ela teria morrido de infecção pulmonar, no entanto, a polícia diz que ela ainda estava viva durante a cerimônia de cremação.
No dia do funeral, um parente desconfiou que a mulher respirava e interrompeu o processo. O corpo já estava em avançado estado de carbonização. Mesmo assim, convencidos do que viram, a família pediu que fosse feita necrópsia. No resultado, foram encontradas partículas carbonizadas na traqueia e nos pulmões da jovem. Segundo a polícia indiana, isso indica que ela respirava no momento da cremação.
“Isso acontece quando alguém é queimado vivo. As partículas vão com a respiração. Se a pessoa está morta, elas não alcançam o pulmão e a traqueia”, explicou o porta-voz da polícia local conforme reportagem do Extra.
Os restos mortais foram encaminhados para análise de DNA para comprovação que realmente era o corpo da jovem. Ela vivia com Devesh Chaudhary e teria perdido o contato com a família desde dezembro de 2015. A polícia investiga o caso e a suspeita é que o viúvo tenha envolvimento na morte da mulher. Foi ele quem encaminhou, do hospital para a funerária, o corpo “supostamente” morto.


comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog