NOME NOME NOME NOME

terça-feira, 11 de abril de 2017

Rosalba era identificada no setor de propinas da Odebreacht como "Carrossel" e Fábio Faria o "Garanhão"



De acordo com a parte do processo em que o Procurador-Geral da República requer abertura de inquérito contra os potiguares Robinson Faria, Rosalba Cialirni e Fábio Fária. Ainda foram levantado o sigilo pelo Ministro Fachin das menções aos potiguares Garibaldi Alves, José Agripino e Felipe Maia.
As menções aos nomes dos potiguares são referentes à campanha de 2010.
Segundo os delatores, a Odebreacht tratou de contribuição eleitoral visando desenvolver PPPs no Estado associadas ao saneamento básico. De acordo com as denuncias, o deputado federal Fábio Faria teria recebido R$ 100 mil, enquanto que e Rosalba e Robinson R$ 350 mil. 
No sistema de controle do setor de propinas da empreiteira, ou sistema "Drousys", Rosalba Ciarlini seria identificada com o codinome "Carrosel", e o deputado Fábio Faria como "Garanhão".
As investigações que tramitarão especificamente no Supremo com a autorização do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte, foram baseadas nos depoimentos de 40 dos 78 delatores.
Blog do BG

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog