NOME NOME NOME NOME NOME

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Cavalo ‘desmaia’ por não suportar carga em carroça e dono é detido após foto viralizar



Cavalo 'desmaia' por não suportar puxar carga de madeira em carroça e dono é detido após foto viralizar (Foto: Reprodução/TV Oeste)
Um homem foi detido e indiciado por maus-tratos a animais em Luís Eduardo Magalhães, na região oeste da Bahia, após um cavalo de propriedade dele desmaiar no meio de uma rua da cidade por não suportar puxar uma carga de madeira em uma carroça. O dono do animal foi levado à delegacia após uma foto que mostra o animal caído no chão viralizar na internet, segundo informou ao G1, nesta terça-feira (23), a Polícia Civil do município.
De acordo com o delegado Leonardo Mendes, que investiga o caso, a cena foi registrada no domingo (21), em uma rua do centro da cidade. O dono do animal foi preso na segunda-feira (22) e só liberado por volta das 14h desta terça da delegacia, após assinatura de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).
O TCO é um registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo. Com isso, o homem responderá ao processo em liberdade. O G1 não conseguiu contato com o proprietário do animal nesta terça.
Segundo a polícia, ele ainda tem um outro cavalo que também utiliza para puxar a carroça com cargas na cidade. Segundo o delegado, o homem ganha dinheiro transportando cargas de madeira, ferro e outros materias. Os dois animais e a carroça foram apreendidos. O homem, que é morador do bairro Florais Lêa, foi detido em uma residência na localidade conhecida como Santa Cruz.
“O cavalo que aparece na foto caiu de exaustão por conta do peso da carga. E foi essa foto, que comprova o crime, acabou resultando na prisão dele. A imagem foi parar na internet e causou um clamor público muito grande na cidade. Recebemos denúncias anônimas e começamos a investigar”, destacou Mendes.
Ainda de acordo com o delegado, o suspeito negou as acusações e disse que o cavalo foi fotografado no chão após escorregar. “Ele disse que o cavalo tinha escorregado e negou o fato, mas a foto prova o contrário. Além disso, ele já é reincidente no crime de maus-tratos de animais. Transporta sempre cargas excessivas de madeira e outros objetos como ferro. Ficamos sabendo, durante as investigações, que ele ainda teria um terceiro cavalo, mas esse animal não foi encontrado”, destacou o delegado.
O delegado informou que o animal fotografado no chão, que tem aproximadamente seis anos de idade, está bastante debilitado e foi encaminhado para uma ONG de proteção animal, onde passará por tratamento médico veterinário.
“O animal já está na ONG. Está bastante machucado, com ferimentos no corpo, mas creio que vai sobreviver. Pelo menos, torcemos para isso. O dono vai responder ao TCO por maus-tratos aos animais, por crime ambiental. Como não se trata de um crime que resulta em pena privativa de liberdade, ele [o dono do animal] deve ter penas restritivas de direitos ou deverá pagar cestas básicas ou fazer algum tipo de serviço social”, destacou.


G1

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog