NOME NOME NOME NOME NOME

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Ex-produtor de Cristiano Araújo é morto no Rio de Janeiro



D’Stefany Vaquero Lima foi encontrado pela Polícia Militar caminhando pelo acostamento de uma rodovia no Rio de Janeiro.
Didi Latino trabalhou como produtor de Cristiano Araújo e da dupla Humberto e Ronaldo (Foto: Reprodução/Instagram)
O produtor D’Stefany Vaquero Lima, de 32 anos, também conhecido como Didi Latino, foi morto a tiros na madrugada de terça-feira (23) em Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio. Ele trabalhou com o cantor Cristiano Araújo e a dupla Humberto e Ronaldo.
Didi foi encontrado por uma equipe da Polícia Militar do Rio de Janeiro caminhando pelo acostamento da rodovia Rio-Santos na madrugada de terça-feira. Segundo o depoimento de um dos policiais, registrado em boletim de ocorrência, a vítima estava com a roupa suja de sangue e tinha, aparentemente, quatro ferimentos graves no corpo.
De acordo com o policial, Didi não falava palavras com nexo e, por isso, não soube explicar o que havia acontecido. Ele foi encaminhado ao Hospital Ednardo Mangaratiba, onde passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Didi estava com o passaporte, dois cartões e R$ 500.
Didi Latino era natural de Goiânia e, atualmente, morava em Fortaleza. Muitas amigos deixaram mensagens de luto em redes sociais.

Com informações do Mais Goiás

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog