NOME NOME NOME NOME NOME

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Dois jovens são executados na Grande Natal; PM suspeita de rixa entre facções



Corpos foram encontrados nesta sexta (7) no bairro de Cajupiranga, em Parnamirim. Segundo a polícia, vítimas seriam dois rapazes que gravaram vídeo falando mal de uma facção rival.
Em vídeo, jovens se apresentam como membros de um grupo criminoso; logo depois, são executados por facção rival (Foto: Reprodução)
Corpos de dois jovens, mortos a tiros, foram encontrados na manhã desta sexta-feira (7) no bairro de Cajupiranga, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. A Polícia Militar suspeita que as vítimas são dois rapazes que aparecem em um vídeo no qual se apresentam como membros de uma facção criminosa. Contudo, os mortos ainda não foram oficialmente identificados.
Segundo o tenente Moisés de Almeida, do 3º Batalhão da PM, os corpos foram encontrados numa região de mata, em uma baixada, às margens da estrada que liga a comunidade de Pium ao bairro Liberdade. “Eles foram executados com vários tiros. E, pelas roupas que estão usando, aparentemente são eles mesmo”, acrescentou o oficial, se referindo aos jovens que aparecem no vídeo.
O vídeo no qual os dois jovens aparecem falando que pertencem a um grupo criminoso está circulando nas redes sociais desde a noite desta quinta (6). Nele, ambos falam mal de uma facção rival. O que eles não sabiam, segundo a polícia, é que as imagens estavam sendo gravadas por criminosos que fazem parte da facção inimiga. Em um segundo vídeo, que também está circulando em mídias digitais, os dois rapazes já aparecem sendo executados a tiros. Nele, os assassinos deixam claro que os jovens estão sendo mortos porque falaram mal da facção.
As mortes serão investigadas pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim.
Corpos foram encontrados em uma região de mata, às marges da estrada que dá acesso à comunidade de Pium, em Parnamirim (Foto: Robson Oliveira/Inter TV Cabugi)


G1-RN

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog