NOME NOME NOME NOME NOME

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Ex-coroinha apontado como mentor do plano para roubar padre, que terminou sendo morto com 29 facadas, é procurado pela polícia



O ex-coroinha Lucas Sales Jerônimo, 18 anos, é apontado pela Polícia Civil e pelo adolescente de 15 anos, detido como sendo o mentor do plano para roubar cerca de R$8 mil do padre Pedro Gomes da Silva, 49 anos, que terminou sendo morto pela dupla com 29 facadas. O crime aconteceu dentro da casa paroquial no dia 24 na cidade de Borborema, no Brejo do Estado.
“O menor apreendido comentou que o Lucas tinha total intimidade com o padre tendo em vista que ele foi coroinha do religioso em 2014 e já frequentava a casa paroquial. Então, o Lucas sabia que no local tinha a quantia de R$8 mil e o objetivo era roubar o dinheiro”, disse o delegado Diógenes Fernandes, que investiga o caso.
O menor relatou que dias antes do crime, eles teriam se encontrado com o padre onde ‘deram uma volta’.  “O adolescente comentou que acertaram sobre a visita na casa do padre. Antes de irem para a casa paroquial, a dupla fumou maconha e quando chegaram lá consumiram bebida alcoólica. Inicialmente, o adolescente apreendido comentou que o padre forçou sexo com ele e por isso o matou. Esse teria sido a motivação do crime. Mas, ele mudou a versão e disse que o roubo teria sido a principal motivação”, falou o delegado.
Desde o primeiro depoimento, o delegado explicou que havia controvérsias na versão do jovem e achava que adolescente tinha sido orientado a dar a versão anterior. O adolescente passou por audiência e foi encaminhado para uma unidade socioeducativa.
Até o início da manhã desta quarta-feira (30), a Polícia Civil seguia à procura do segundo suspeito do crime, um rapaz que havia sido coroinha na mesma época em que padre Pedro atuou na cidade de Arara.

Entenda o caso
O padre Pedro Gomes Bezerra foi encontrado morto no dia 24, dentro de casa, em Borborema. O sacerdote foi assassinado com pelo menos 29 facadas, segundo a perícia. A residência do religioso estava revirada e o carro dele não estava na garagem, mas não havia sinais de arrombamento. Ainda conforme a PM, o corpo do padre Pedro Gomes foi encontrado enrolado num lençol e havia muito sangue no local.
O delegado Diógenes Fernandes também informou que a arma do crime foi encontrada em um dos cômodos da casa e ainda passará por análise. O carro do padre que foi usado na fuga do agressor foi encontrado abandonado na zona rual de Solânea, a cerca de 15km da cidade onde aconteceu o assassinato.
A assessoria de comunicação da Diocese de Guarabira, responsável pela região de Borborema, confirmou que o padre Pedro Gomes estava na paróquia de Borborema há quase 2 anos. Ele foi ordenado sacerdote em 1993 e antes de chegar à cidade, servia na Paróquia Nossa Senhora da Piedade no município de Arara, também no Brejo paraibano. Ele completaria 50 anos no fim de agosto.


PB Hoje

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog