NOME NOME NOME NOME NOME

terça-feira, 22 de agosto de 2017

'Gemidão' do WhatsApp causa demissão de funcionário em farmácia do RN



Caso foi parar na Justiça do Trabalho do Rio Grande do Norte.
O entregador de uma farmácia de Natal, no Rio Grande do Norte, foi demitido por justa causa após cair no 'gemidão' do WhatsApp. O caso foi parar na Justiça do Trabalho do estado, onde o ex-empregado conseguiu reverter a demissão para dispensa sem justa causa.
A empresa alegou que o áudio, “reproduzido em alto volume”, resultou em constrangimento na farmácia, reclamações e prejuízo financeiro. Para os advogados, houve desrespeito com os clientes e colegas de trabalho, além do mau hábito de usar o celular em horário de serviço.
Felizmente, para o ex-empregado, a juíza Isaura Maria Barbalho Simonetti, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), declarou a inexistência de provas que confirmem a má intenção do entregador, como o número de clientes presentes no momento e o total de prejuízo financeiro. Por isso, reverteu a demissão para dispensa, mas sem a indenização por danos morais, solicitada pelo motociclista.
O caso aconteceu em janeiro de 2017, mas só foi divulgado após uma decisão judicial, proferida na última sexta-feira (18).

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog