NOME NOME NOME NOME NOME

sábado, 5 de agosto de 2017

Mãe pula do primeiro andar com bebê para fugir de bandidos que invadiram sua casa em Salvador-BA



Os mesmos suspeitos mataram dois homens antes.
Mãe e filha foram internadas no HGE (Foto: Betto Jr./Arquivo CORREIO)
Uma jovem de 21 anos pulou do primeiro andar de casa com sua filha de oito meses para fugir de um grupo de homens que invadiu o imóvel neste sábado (5). De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o caso aconteceu por volta das 4h30, na Rua Sete de Abril,no bairro de Liberdade - cidade de Salvador BA.
Segundo o delegado Antônio Carlos Sena, responsável pela investigação no local do crime, antes da invasão à casa da mulher, os mesmos suspeitos mataram dois homens. “Os dois ainda não foram identificados, mas tudo indica que se trata de disputa de tráfico. Eles foram mortos no meio da rua”, contou o delegado. Na ocorrência registrada no posto da Polícia Civil do Hospital Geral do Estado (HGE), o local do crime foi descrito como uma ‘baixada’. 
Após terem cometido o duplo homicídio, os suspeitos foram até a casa da jovem. De acordo com o delegado, ela contou que entraram cinco homens armados e encapuzados. Foi quando, para fugir e proteger a filha, ela saiu correndo e pulou do primeiro andar da casa. Na queda, as duas ficaram feridas e chegaram até o HGE por meios próprios. 
No posto da Polícia Civil, a jovem contou que seu irmão – que é adolescente – também estava no imóvel e foi espancado pelo grupo. Depois de terem espancado o garoto, os suspeitos foram embora. “Vamos investigar a relação dela (da jovem) com os outros. Ela diz que não os conhecia”, completou o delegado Antônio Carlos. 
Em nota, a assessoria da Polícia Militar informou que uma equipe da 37ª Companhia Independente (Liberdade) foi acionada e, quando chegou ao local, constatou que os dois homens estavam mortos. A PM completou que, segundo testemunhas, os homens que atiraram nas vítimas chegaram a pé. 
A jovem teve escoriações leves, mas, segundo a polícia, o estado de saúde da criança é delicado. As duas continuavam internadas no HGE até a manhã deste sábado. 
O caso será investigado pelo DHPP. 

Com informações do Correio

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog