NOME NOME NOME NOME NOME

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Padrasto é preso e confessa que mantinha relação sexual com a enteada de 13 anos há um mês na Paraíba; garota diz que era ameaçada de morte



Um agricultor de 31 anos foi preso nesse domingo (13) suspeito de abusar sexualmente da enteada de 13 anos há cerca de um ano. Ele foi preso na zonal rural da cidade de Salgado de São Felix, no Agreste paraibano, onde morava com a vítima e mais cinco pessoas.
De acordo com o coronel Almeida Martins, a Polícia Militar foi acionada após a tia da vítima informar que a sobrinha tinha sido estuprada e o padrasto dela era suspeito dos abusos sexuais. A PM entrou em diligências para localizar o suspeito e deteve em um bar. Na residência do homem, os policiais encontraram duas espingardas pertencentes a ele.
O delegado Valdélio Lobo, plantonista na Delegacia de Itabaiana, disse que o padrasto confessou que vinha mantendo relação sexual com a enteada há um mês.
“Mas, ela disse que vinha o padrasto vinha acariciando as partes íntimas ela há cerca de um ano. Ele confessou que tinha feito relação sexual com a garota. Ela disse que o padrasto  ameaçava matar ela e mãe, caso ela comentasse sobre os abusos. A menina foi levada para a exame e confirmada que houve conjunção carnal”, disse o delegado.
Lobo falou que o homem foi indiciado por estupro de vulnerável e posse ilegal de arma de fogo. Ele já foi levado para a Cadeia Pública de Itabaiana.

PB Hoje

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog