NOME NOME NOME NOME NOME

domingo, 3 de setembro de 2017

Homem é preso no DF suspeito de estuprar vizinha de 15 anos grávida



Adolescente está no quarto mês de gestação; ele se diz inocente. Segundo delegacia, ele convidou vítima para churrasco, a violentou e acabou fugindo.
Homem de 33 anos preso por estupro (Foto: Pedro Borges/TV Globo)
Um homem de 33 anos foi preso na madrugada deste domingo (3), em Ceilândia, suspeito de estuprar uma adolescente de 15 anos, grávida de quatro meses. Segundo a polícia, ele convidou a jovem para um churrasco no lote dele por volta das 22h. Ao chegar no local, ela foi forçada a entrar e acabou violentada à força. Após o crime, o homem fugiu.
De acordo com as investigações, ele é vizinho de lote da vítima, que mora na QNQ 5. O homem foi encontrado horas depois, já de volta em casa, após o padrasto da garota chamar a polícia. Ele foi encaminhado para a 24ª DP, no Setor O.
Na delegacia, o suspeito de agressão contou aos agentes que chamou a vítima para comer na casa dele e que o ato foi consensual. Ao se defender, disse à reportagem que é inocente.
O delegado de plantão, Paulo Martinelli, informou que o laudo preliminar foi inconclusivo. "O primeiro laudo não apontou violência contra a vítima. O documento definitivo deve sair em até 30 dias."
A mãe da vítima, que não quis se identificar, contou que chegou em casa e encontrou a filha chorando.
"É muito difícil para mim chegar do trabalho e encontrar ela assim. Espero que ele pague pelo que fez."
Vizinhos relataram que o suspeito mora há bastante tempo na região e que era considerado tranquilo. Ele trabalha como montador de móveis.
A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) para exames e está em casa com a família. O homem será levado ao Departamento de Polícia Especializada (DPE) para aguardar a audiência de custodia, nesta segunda (4).
Se for considerado culpado, pode responder por estupro. A pena prevista para o crime é de 8 a 12 anos de prisão.
Dados
De janeiro a junho deste ano, foram registrados 432 casos de estupros, aumento de 32,2% com relação aos números do ano anterior.
Em Ceilandia, nos primeiros seis meses de 2017 foram contabilizados 59 registros desse tipo de crime, contra 45 no mesmo período do ano anterior.
No DF, 59% dos casos são de estupro de vulnerável, quando a vítima tem menos de 14 anos de idade.

Por Pedro Borges, TV Globo

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog