NOME NOME NOME NOME NOME

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Atirador em Las Vegas deixa feridos e pelo menos 50 mortos



Ataque aconteceu durante um show próximo a um hotel e cassino; o atirador em Las Vegas é tratado como um ataque terrorista pela polícia
Mais de cem pessoas foram feridas pelo atirador em Las Vegas. (Foto: R7/Reuters)
Um tiroteio foi registrado na madrugada desta segunda-feira (2) em Las Vegas, no estado de Nevada, nos Estados Unidos. Os tiros foram disparados durante o Route 91 Harvest Festival, um evento de música country, próximo ao hotel e cassino Mandalay Bay, por volta das 2h30, horário de Brasília (22h30 de domingo (1º), horário local). Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridos, antes do atirador em Las Vegas ser morto pela polícia.
O atirador estava no 32º andar do cassino quando começou a disparar. O concerto musical ocorria do lado de fora do hotel e era assistido por cerca de 40 mil pessoas. No momento do ataque, o cantor Jason Aldean se apresentava no palco.
"Foi horrível, muito pior do que qualquer pesadelo", relatou o artista, que continuou cantando por 45 segundos logo depois dos disparos.
"Escutamos diversos tiros de arma automática", disseram testemunhas.
Mike McGarry, um consultor financeiro de 53 anos da Filadélfia, disse que estava no show quando escutou o barulho de centenas de tiros.
"Foi uma loucura. Eu me joguei sobre as crianças. Eles têm 20 anos. Eu tenho 53. Eu vivi uma vida boa", disse McGarry. A parte de trás de sua camisa ficou com marcas de pé, depois que pessoas passaram por cima dele na multidão em pânico.
Os cassinos, boates e lojas de Las Vegas são grandes atrativos para os cerca de 3,5 milhões de turistas que visitam a região todos os anos, e a área estava lotada de visitantes quando o ataque começou, logo depois das 22h (horário local).

Suspeito
A polícia descreveu o homem como sendo Stephen Paddock, de 64 anos. Ele era morador de Las Vegas e parece estar conectado a nenhum grupo militante, disse a autoridade de polícia da região Clark, Joseph Lombardo, a repórteres.
"Nós não temos nenhuma ideia de qual eram as crenças dele", disse. "Agora, nós acreditamos que ele era o único agressor e que a cena está estável".

Investigação
Por meio do Twitter, a polícia de Las Vegas diz ter localizado uma mulher de origem asiática de 62 anos que viveria na mesma casa que o atirador.
Marilou Danley nasceu em 12 de outubro de 1954 e sua foto já foi divulgada pela polícia para facilitar as buscas. Além dela, os agentes afirmam já ter encontrado dois veículos, um Hyndai e um Chrysler Pacifica, ambos registrados em nome do atirador.
"Neste momento, não podemos considerar o tiroteio como um ato terrorista", informou a polícia. "Parece, por hora, uma ação de um 'lobo solitário'".
Uma porta-voz do Universty Medical Center informou à imprensa local que no hospital foram internadas vítimas do ataque, que apresentavam ferimentos a bala. Outros feridos foram encaminhados ao Sunrise Hospital Medical Center.
A polícia local pediu para que as pessoas evitem a área em que os tiros foram disparados.
Devido ao incidente, além do fechamento da zona sul da cidade e de uma estrada, vários voos com destino ao Aeroporto Internacional de Las Vegas foram desviados para outros terminais como medida de precaução.

Pelo twitter, uma das pessoas presentes no festival e que registrava o show em vídeo filmou o momento em que os tiros começam e a música é interrompida. Assista
R7

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog