NOME NOME NOME NOME NOME

terça-feira, 28 de novembro de 2017

'Foi uma covardia', diz pai de jovem assassinada na Grande Natal; ex-marido é suspeito



Crime aconteceu na noite de domingo (26), em São Gonçalo do Amarante. Estefany Micaeli Souza de Carvalho, de 19 anos, foi sepultada nesta terça (28).
Sepultamento de Estefany Micaeli Souza de Carvalho aconteceu na manhã desta terça-feira (28), em São Gonçalo do Amarante (Foto: Kleber Teixeira/ Inter TV Cabugi )
Foi uma covardia", disse o pai da jovem Estefany Micaeli Souza de Carvalho, de 19 anos, sepultada nesta terça-feira (28) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. A jovem foi morta a tiros na noite do último domingo (26), em uma rua próxima ao cemitério onde foi enterrada. O principal suspeito do crime é o ex-marido dela, que é procurado pela polícia.
Emocionado, o autônomo Edilson Meireles de Carvalho ajudou a enterrar o corpo da filha. Ele afirmou que a Estefany sofria ameaças e violência do ex-companheiro. "Ele dizia que a amava. Mas quem ama, não mata", afirmou o pai.
O suspeito do crime ainda não foi encontrado pela Polícia Civil. De acordo com os investigadores, Laudir Gomes, de 45 anos, foi visto por testemunhas, antes e depois do crime, portando uma arma de fogo.
Titular da DHPP, o delegado Marcos Vinícius contou que Estefany terminou o relacionamento com Laudir há aproximadamente 15 dias e, a partir desta decisão, ele começou a fazer ameaças. “Nós descobrimos que ele avisou para a vítima que se a mesma não voltasse para ele, o mesmo mataria o pai dela. Na tarde do domingo, Laudir foi até São Gonçalo do Amarante e encontrou o pai de Estefany na rua. Naquele momento, ele fez ameaças e mostrou duas armas de fogo, um revólver e uma pistola. No período da noite, ele retornou à cidade e conseguiu localizar Estefany, que estava conversando com um familiar. Ele a retirou da conversa e efetuou três tiros contra a mesma, na região do tórax e da face”, relatou o delegado.
O casal havia se casado há quatro meses, mas ela terminou o relacionamento porque, segundo a família, sofria ameaças. A jovem deixou três filhos, de um outro casamento. O mais novo tem 10 meses e o mais velho, quatro anos.

G1-RN

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog