NOME NOME NOME NOME NOME

domingo, 11 de março de 2018

Dado Dolabella completa 1 mês preso em SP por dever pensão alimentícia a filho



Ator está detido há 34 dias em delegacia na Zona Norte, disseram mãe e policiais. Ele alega que não tem dinheiro para pagar dívida de R$ 196 mil.
Ator Dado Dolabella é preso em SP após não pagar pensão alimentícia a um dos filhos (Foto: Reprodução TV Globo)
O ator Dado Dolabella, de 37 anos, está preso há mais de um mês em uma delegacia da Zona Norte de São Paulo por falta de pagamento de pensão alimentícia para um dos seus três filhos. Segundo a Justiça do Rio, ele está devendo R$ 196 mil ao garoto, fruto do relacionamento que teve com uma estudante de direito.
A informação foi confirmada na manhã deste domingo (11) ao G1 pela mãe do ator, a também atriz Pepita Rodrigues, e por policiais do 33º Distrito Policial (DP), em Pirituba, onde Dado está detido desde o dia 5 de fevereiro. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) também confirmou a manutenção da prisão dele nesta tarde.
Se não pagar o que deve, Dado poderá ficar preso por mais um mês, segundo a polícia. Ele já está encarcerado há 34 dias.
"Ele segue lá", disse Pepita à reportagem, que disse estar sofrendo com essa situação e que Dado não tem esse dinheiro para pagar ao filho. “E eu estou como uma mãe pode estar, mal”.
Quando foi detido no mês passado, o ator também contestou o valor cobrado pela mãe do garoto na Justiça do Rio. "Esse valor da pensão está errado, é um valor que eu não recebo mais. Eu queria poder dar mais para o meu filho", afirmou à época aos jornalistas que acompanharam sua prisão.
A reportagem também não localizou a mãe do filho de Dado, que cobra o pagamento da pensão alimentícia na Justiça do Rio. O caso segue sob segredo por envolver menor de idade. Existe a possibilidade de que ele possa ser transferido para uma unidade prisional carioca.
Além desse menino que é citado no processo, Dado, é pai de mais duas crianças: um garoto e uma menina, que teve com outras mulheres.

G1

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog