NOME NOME

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Suspeito de balear policiais rodoviários na Paraíba é morto após troca de tiros



Motorista de aplicativo acabou preso
Após balear três policiais rodoviários durante uma abordagem, na tarde dessa quarta-feira (24), o homem suspeito de realizar o disparo foi encontrado e voltou a confrontar a polícia na manhã desta quinta-feira (25). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na troca de tiros, o suspeito foi ferido e morreu no local.
As buscas aconteceram na região do município de Mamanguape, no Litoral paraibano, e contaram com apoio aéreo do helicóptero da PRF. O homem foi encontrado armado próximo ao Rio Camaratuba, no Km-18 da BR-101, em direção ao Rio Grande do Norte.
Na tarde da quarta, a PRF recebeu a informação da Polícia Civil de que um homem, suspeito de assassinar um policial, estaria em um veículo branco e passaria pelo local. Ao tentarem realizar a abordagem, um dos ocupantes do veículo abriu fogo e deixou três policiais rodoviários feridos.
Um dos policiais foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa. Após procedimentos médicos de urgência, ele recebeu alta. As outras vítimas foram encaminhadas a hospitais particulares da capital e também receberam alta.
Um dos ocupantes do veículo foi capturado pela Polícia Militar. Ele se identificou como motorista de aplicativo e afirmou que estava fazendo uma corrida para o outro suspeito. Ele foi encaminhado para a delegacia de Mamanguape para prestar esclarecimentos.
Policial morto – O suspeito de atirar contra os policiais rodoviários também é procurado por ser o responsável da morte do Sargento da Polícia Militar Francisco de Assis Pereira Marinho, de 51 anos, em Junho desse ano.
O crime aconteceu em uma Comunidade conhecida como Ferraz, no bairro do Ligeiro, em Queimadas. O Sargento estava chegando em casa após cumprir um turno de trabalho durante o evento “O Maior São João do Mundo”, no Parque do Povo, em Campina Grande, quando foi atacado.

Com T5

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog