NOME NOME

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Homem é salvo pela PM horas antes de ser executado por 'tribunal do crime'



Vítima mora em comunidade onde foi encontrada dentro de barraco em Santos e não soube explicar o motivo da captura. Adolescente que tomava conta do local foi apreendido.
Vítima teve os braços amarrados com corda dentro de favela — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Um homem que era torturado e mantido em cativeiro dentro de uma comunidade em Santos, no litoral de São Paulo, foi salvo pela polícia na última quinta-feira (20) durante uma operação contra o tráfico de drogas realizada na região. Um adolescente de 15 anos que tomava conta do local e ameaçava a vítima de morte foi apreendido.
Segundo apurado,a vítima seria morta durante a madrugada desta sexta-feira (21). Há pelo menos dois meses, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos monitorava a comuinidade do Pantanal, que fica no Saboó. Depois de cruzarem informações, os policiais descobriram um cativeiro, onde bandidos mantinham um homem preso e o ameaçavam de morte.
A vítima, que tem 33 anos e não teve o nome revelado, foi encontrada na sala de um barraco. O rapaz estava amarrado com cordas de varal e bastante machucado. Segundo a polícia, um adolescente era responsável por tomar conta do local para que a vítima não fugisse. Ele foi apreendido encaminhado para Fundação Casa.
"O menor foi autuado não somente pelo crime de tentativa de homicídio, mas por porte ilegal de arma, tráfico de drogas e pelo fato de integrar uma organização criminosa", destacou o delegado Luiz Ricardo Lara, da DIG.
Já a vítima contou em depoimento à polícia que vinha sendo ameaçado por traficantes há algum tempo, mas não deu detalhes sobre o motivo de ter sido capturado, já que também é morador da comunidade.
Parte da operação foi realizada na favela do Pantanal, em Santos, SP — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Operação
O resgate do homem aconteceu dentro de uma operação realizada pela Polícia Civil em cidades da Baixada Santista e Vale do Ribeira. Aproximadamente 500 pessoas foram levadas às delegacias da região, sendo que 205 ficaram presas e outros 39 menores foram apreendidos.
Além dos detidos, os policiais também encontraram mais de 300 kg de droga. Já em Registro, no Vale do Ribeira, interior do Estado, os agentes descobriram um local que armazenava cargas roubadas. Produtos de higiene e alimentos foram recuperados. A polícia acredita que a carga foi roubada de um caminhão na BR-116.

G1
<

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog