NOME NOME

domingo, 2 de dezembro de 2018

Pastor que ajudou assassinar jornalista se entrega à polícia em MT



David Araújo nega ter ajudado a matar o jornalista Elias Corrêa,porém, confessa ter ido com os assassinos até o local do crime.
O pastor David Aparecido Coelho de Araújo, 44 anos, foi preso após se entregar à Polícia Civil, em São José do Rio Claro (325 km de Cuiabá). David é o terceiro acusado de participação no assassinato do jornalista Elias Corrêa dos Santos, de 34 anos, dono do site Top Rio Claro, morto a pauladas no dia 6 de outubro passado, em um motel da cidade.
Os outros dois envolvidos no crime, Adeilson de Oliveira, 29 anos, e Marcos Paulo Castil de Santana, 24 anos, já tinham sido presos pelos investigadores no mês passado.
De acordo com as investigações, a esposa de Adeilson de Oliveira teve um caso extraconjugal com o jornalista há dois anos. 
Ao descobrir a traição, o acusado teria esperado “as coisas se acalmarem” para assassinar o desafeto. Marcos teria ajudado a cometer o crime e o pastor apoiado e induzido o assassinato.
Na delegacia, o pastor disse que não participou do crime, alegou que “estava no local e na companhia errada” na noite da execução.
Antecedente criminal
David Coelho se tornou pastor quando se converteu evangélico enquanto cumpria pena na cadeia.  Ele tem diversas passagens pela polícia, entre elas, por assalto a agência do Banco do Brasil e envolvimento em assassinatos.

Repórter MT
<

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog