NOME NOME

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Preso suspeito de estuprar sobrinha de 9 anos e outra menina de 12


David José da Silva, de 37 anos, foi detido no cumprimento de um mandado de prisão
David José da Silva, suspeito de estupro de vulnerável. Foto: PCPE/Divulgação
Um homem suspeito de estupro de vulnerável foi preso no cumprimento de um mandado de prisão, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, nesta sexta-feira (22). David José da Silva, de 37 anos, é suspeito de abusar sexualmente de uma sobrinha, que tem nove anos, e uma outra menina de 12 anos.
O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Vitória de Santo Antão e a prisão foi feita sob a coordenação da delegada Danúbia Andrade.
Após a autuação, o suspeito foi encaminhado para o Presídio de Vitória.

OP9
<

Beatriz Segall deixa carro e dinheiro de herança para motorista


Adilson Ricardo Leite, que trabalhou com a atriz por pelo menos 15 anos, receberá um carro zero e uma quantia em dinheiro, a ser determinada pelos três filhos de Beatriz
Beatriz Segall. Foto: Divulgação
Se na ficção Beatriz Segall ficou marcada pela icônica Odete Roitmann, maior vilã da televisão brasileira, na vida real a atriz mostrou que tinha um coração de ouro. Beatriz, que morreu em setembro do ano passado aos 92 anos, deixou uma parte da herança dela para o motorista, Adilson Ricardo Leite. A informação é da coluna Olá, do jornal Agora S. Paulo desta sexta-feira (22).
Adilson, que trabalhou com a atriz por pelo menos 15 anos, receberá um carro zero e uma quantia em dinheiro, a ser determinada pelos três filhos de Beatriz. Além dos três e de Anderson, outros dois amigos também são citados como herdeiros.
Beatriz Segall morreu no dia 5 de setembro de 2018. Dona de uma vasta carreira na TV e no teatro, ficou marcada principalmente por interpretar Odete Roitman, vilã de Vale Tudo, novela exibida no horário nobre da Rede Globo há 30 anos. Em 2004, a personagem foi eleita a maior vilã da TV brasileira em enquete realizada pelo jornal O Estado de S. Paulo, levando quase um terço dos votos.

OP9

<

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Jovem morre após sofrer queimaduras em acidente com churrasqueira em MT


Ela estava internada no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) e o acidente ocorreu no dia 17 de janeiro. Marido tentou colocar álcool na churrasqueira e ocorreu uma explosão que atingiu a jovem.
Evelin Caroline Cruz dos Santos morre no PSMC — Foto: Facebook/Reprodução
Uma jovem morreu nessa quarta-feira (20) depois de sofrer queimaduras de primeiro e segundo grau causadas em um acidente com uma churrasqueira em Comodoro, a 677 km de Cuiabá. O marido dela tentou colocar álcool na churrasqueira e ocorreu uma explosão que atingiu a jovem.
Evelin Caroline Cruz dos Santos, de 23 anos, estava internada no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) desde o dia 1º de fevereiro. O acidente ocorreu no dia 17 de janeiro.
O corpo da jovem foi liberado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá.
Segundo a DHPP, Caroline foi transferida de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do PSMC.
Evelin Caroline Cruz dos Santos morreu no Pronto-Socorro de Cuiabá — Foto: Facebook/Reprodução
Caroline sofreu o acidente quando estava perto de uma churrasqueira, do modelo de disco, na companhia do marido dela.
A família da vítima, que é natural de Vilhena, Rondônia, disse que Caroline comentou que o marido manuseava um recipiente com álcool quando aconteceu o acidente.
Ela estava sentada ao lado da churrasqueira e o marido foi colocar mais álcool na churrasqueira. O marido dela não teria visto a altura do fogo e recipiente explodiu assim que ele colocou o produto.
Caroline foi atingida pelo álcool e pelas chamas. Inicialmente ela foi levada às pressas para um hospital em Comodoro. Depois, foi transferida para Cáceres e posteriormente para a capital mato-grossense, onde desde então estava internada.
O corpo da jovem foi transladado para Rondônia. O velório está previsto para começar ao meio-dia desta quinta-feira (21) na Câmara de Vereadores de Colorado do Oeste.
O sepultamento está previsto para às 17h no cemitério municipal.

G1
<

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Jovem usa redes sociais para denunciar padrasto por tortura e estupro


Moradora de Camaçari denunciou caso à Polícia Civil. Mãe prestou depoimento e confirmou relato da vítima; suspeito foi preso e nega acusações.
Uma jovem de 21 anos que mora no município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, usou as redes sociais para denunciar que ela e a mãe foram violentadas e torturadas durante anos pelo padrasto. O homem foi preso no dia 13 de fevereiro e, segundo a Polícia Civil, nega as acusações.
Eva Luana da Silva relatou em cinco posts no Instagram que o "caos" teve início quando ela estava com 12 anos. Ela conta que a mãe era constantemente vítima do companheiro e que, depois, passou a ser alvo dele também.
"Minha mãe era agredida, abusada, violada e torturada quase todos os dias. Meu padrasto era obsessivo e ciumento com ela. Resumindo de uma maneira geral, ela era agredida com chutes, joelhadas, objetos. Era abusada sexualmente de todas as formas possíveis. Era obrigada a tomar bebidas até vomitar e quando vomitava tinha que tomar o próprio vômito como castigo. Ele começou a me abusar sexualmente. Eu tinha nojo, repulsa, ódio e não entendia porque aquilo acontecia comigo. Me sentia uma criança estranha e diferente das outras", contou a jovem.
A delegada Florisbela Rodrigues, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Camaçari, disse que a jovem prestou depoimento no dia 30 de janeiro. A mãe dela também falou com a polícia e confirmou as denúncias da filha.
"Minha mãe apanhou tanto que teve um parto prematuro, meu irmão morreu depois de 6 dias de nascido. Quando ela estava grávida dele, levou diversos chutes e joelhadas na barriga. Ele não queria mais um filho", diz trecho de uma das postagens.
Ainda no Instagram, Eva diz que está sob proteção judicial. Após as postagens, recebeu várias mensagens de apoio nas redes sociais, entre elas da atriz Kéfera Buchmann.
Além de mandar mensagem para Eva perguntando como estava, Kéfera fez posts em seu perfil no Instagram para falar sobre o caso.
"A história dela é seríssima. Vou postar tudo aqui pra vocês, mas acho que vocês têm que ir no perfil dela pra conhecer e ler melhor e ver todas as fotos. Ela sofreu anos de abuso dentro da casa dela", disse.
Tortura
Em um dos posts, ela diz que denunciou o caso uma vez, quando tinha 13 anos, mas que não deu em nada e ela foi obrigada a retirar a queixa por conta de ameaças do suspeito.
"Quando eu fiz 13 anos, denunciei. Nessa denúncia, eu tinha certeza que seria salva por todos. Mas não foi isso que aconteceu. O Estado falhou a tal ponto, que o meu caso não chegou nem ao Ministério Público. Fui obrigada a retirar a queixa por ameaças do meu padrasto. Ele utilizou o poder financeiro pra comprar a liberdade e comprar a minha alma. Porque ali eu perdi a minha alma. E o que eu fui denunciar, 1 ano de sofrimento, se multiplicou em mais 8 anos", relatou.
Após a tentativa frustrada de levar o padrasto para a cadeia, a jovem disse que os abusos, torturas e agressões aumentaram.
"Eu não tive mais vida social. Tudo era uma farsa. Ele nos obrigava a fingir que tínhamos uma família perfeita. As agressões eram verbais, físicas e psicológicas. Entre elas comer muito, em tempo estipulado. Isso aconteceu com uma pizza família, pra comer inteira em 10 minutos. Óbvio que não conseguimos. Também tomar 2 litros de refrigerante nesses 10 minutos. Eu levei socos no rosto, e ele não me deixava me proteger com a mão. Chutes até cair no chão e, de quatro, ele enfiou as pizzas na minha boca, me chamando de animal. Eu vomitei e comi meu próprio vômito. Meu gato comeu um pedaço e lambeu outro, ele me obrigou a comer o que ele havia lambido", destacou.
A jovem ainda relatou que era obrigada a fazer trabalhos de faculdade para o padrasto. "Se eu não fizesse perfeito, eu pagava o preço. Eu também respondia todas as provas da faculdade, era obrigada a sair mais cedo da minha aula pra responder às provas dele pelo celular. Existiam castigos e punições pra tudo. Até mesmo se eu não pagasse uma conta no banco que estava super lotado, mesmo tendo horários no trabalho ou estágio".
A jovem conta que tinha o celular vistoriado todos os dias.
"Ele desinstalava o WhatsApp e reinstalava novamente pra poder recuperar as conversas apagadas. Eu não podia namorar. Eu não podia sair com meus amigos, não tinha vínculo social com ninguém. Todos os vínculos eram vigiados e ele sempre respondia pessoas como se fosse eu. Todas as minhas senhas no celular, redes sociais e Gmail eram monitoradas por ele. Me vigiava na porta da sala da faculdade. Todos percebiam e me viam chorando".
"Ele me agredia nos estupros, mas depois de um tempo, só utilizou das ameaças contra a minha família. Eu era usada como um lixo. Já abortei diversas vezes. Nunca pude ir ao médico pra fazer curetagem. Todas as vezes sangrava e passava mal a noite inteira. Já vi os bebês inteiros no vaso sanitário. Eu era chamada de burra, anta, doente, demente todos os dias, e era obrigada a repetir isso pra mim mesma", relata a jovem.
"Eu já saí pelada na rua de madrugada, e ele dizia que era para eu ser estuprada por homens. Ele tirava fotos minhas com o meu celular e enviava pra ele mesmo, pra fingir que era eu, criava conversas nojentas com ele mesmo".
"Ele é um monstro. Perdi minha infância e adolescência. Me sentia um lixo por não ter forças pra pedir ajuda e por sentir tanto medo", afirmou.
A jovem ainda relata nos posts que decidiu novamente denunciar o padrasto e pedir ajuda porque "ou ele mataria ou eu me mataria. Tentei me suicidar várias vezes com cortes e remédios. Eu contei a verdade pois não aguentava mais".
No fim da denúncia, a jovem faz um apelo ao Estado. "Eu sou apaixonada pela vida e pela liberdade, eu pulei fases, pulei etapas, não tive adolescência, nem infância... Ele não pode sair impune, a justiça tem que ser feita o quanto antes. Estado, não falhe comigo novamente".
Em nota, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou que ofereceu denúncia contra o suspeito no dia 11 de fevereiro, por todos os crimes narrados pela vítima. O MP afirmou que recebeu o inquérito da Delegacia de Atendimento à Mulher de Camaçari, no dia 7 de fevereiro, e ouviu a vítima no dia seguinte.
O Ministério Público informou também que solicitou medida de busca e apreensão de provas contra o suspeito, que cumprida no mesmo dia da prisão dele. A promotora de Justiça Anna Karina Senna, substituta na 10ª Promotoria de Justiça de Camaçari, e outras cinco promotoras de Justiça foram designadas para atuar na análise do inquérito. O processo penal está em segredo de justiça por força de lei, informou o MP-BA.




{1} respira ♡ / a todos que me ajudaram até aqui,  seja no "desaparecimento" ou agora,  com os fatos verdadeiros, a minha eterna gratidão.  Aos meus amigos de infância, que eu fui obrigada a abandonar um por um, preciso pedir perdão.  Não vou citar nomes, mas quem está firme comigo sabe, eu vou retribuir com todo o meu amor e relembrar até a minha velhice. / Meu caos teve início quando eu tinha 12 anos, minha mãe era agredida,abusada,violada e torturada quase todos os dias. Meu padrasto era obsessivo e ciumento com ela. Resumindo de uma maneira geral, ela era agredida com chutes, joelhadas, objetos.. Era abusada sexualmente de todas as formas possíveis.  Era obrigada a tomar bebidas até vomitar e quando vomitava tinha que tomar o próprio vômito como castigo. Ele começou a me abusar sexualmente.  Eu tinha nojo, repulsa, ódio e não entendia porque aquilo acontecia comigo.  Me sentia uma criança estranha e diferente das outras. Achava que aquilo só acontecia comigo. Eu tentei por diversas vezes ir para a casa da minha avó, mas ele sempre ligava ameaçando todos, dizendo que iria matar e fazer várias coisas assim. Então era uma prisão sem grade, literalmente. Quando eu fiz 13 anos denunciei. Nessa denúncia eu tinha certeza que seria salva por todos.  Mas não foi isso que aconteceu.  O Estado falhou a tal ponto que o meu caso não chegou nem ao Ministério público.  Fui obrigada a retirar a queixa por ameaças do meu padrasto.  Ele utilizou o poder financeiro pra comprar a liberdade e comprar a minha alma. Porque ali eu perdi a minha alma. E o que eu fui denunciar,  1 ano de sofrimento, se multiplicou em mais 8 anos. Desde então os abusos, torturas e todo tipo de agressão foram aumentando dia após dia, ano após ano. Eu não tive mais vida social. Tudo era uma farsa. Ele nos obrigava a fingir que tínhamos uma família perfeita.  As agressões eram verbais, físicas e psicológicas.  Entre elas  comer muito, em tempo estipulado, isso aconteceu com uma pizza família,  pra comer inteira em 10 minutos.  Óbvio que não conseguimos.Tb tomar 2 litros de refrigerante nesses 10 minutos.. eu levei socos no rosto e ele não me deixava me proteger com a mão. Chutes até cair no chão
Uma publicação compartilhada por Eva Luana 🌻 (@evalluana) em
G1
<

Polícia prende acusados de tentar assaltar banco e metralhar viaturas em Castelo do Piauí


Na madrugada desta quinta-feira (21/02), a Secretaria Estadual de Segurança Pública, através do Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (GRECO), Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, Divisão de Operações Especiais (DOE) e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), realizaram a prisão dos envolvidos na tentativa de assalto a uma agência bancária da cidade de Castelo do Piauí no último dia 19 de fevereiro. 
Também foram apreendidos um forte armamento com a quadrilha. Na ação, eles metralharam duas viaturas da PM que estavam estacionadas na frente do Grupamento da Polícia Militar. 
De acordo com o delegado Thales Gomes, até o momento dez pessoas foram presas, mas esse número pode aumentar. 
“São várias forças policiais envolvidas, policiais do BOPE, Greco, Divisão de Operações Especiais, Diretoria de Inteligência. Nós já temos dez capturados e estamos procedendo as oitivas para saber quais serão autuados e por quais crimes. Temos policiais em campo fazendo diligências, apreendendo mais armamentos e ainda tem mais prisões para serem feitas”, afirmou.
Ainda segundo o delegado, os criminosos são naturais de vários Estados. “Tem uns que são do Maranhão, Bahia, Pernambuco, alguns de Teresina e de Castelo do Piauí. Eles foram presos em vários bairros de Teresina. E com eles apreendido esse vasto armamento. Foi uma grande operação, várias equipes permaneceram no local durante todo esse tempo, fazendo investigações na cidade e conseguimos êxito”, declarou.
Meio Norte
<

Presidiário que foi eleito vereador em Catolé do Rocha-PB é absolvido por júri popular


Ubiraci Rocha, eleito vereador da cidade de Catolé do Rocha no ano de 2016 mesmo estando preso, foi absolvido de suas acusações por um júri popular nesta quarta-feira (20). Ele foi levado a júri em Campina Grande com a acusação de ser o mandante do homicídio de Daniel dos Santos Paiva, em janeiro de 2016.
A acusação foi considerada improcedente justamente pela falta de provas. O júri determinou o arquivamento dos autos, além da expedição do alvará de soltura.
Bira Rocha, como é mais conhecido, estava preso desde o mês de maio de 2016 no Presídio Padrão Manoel Gomes, em Catolé do Rocha. Mesmo recluso, ele lançou sua candidatura a vereador da cidade e acabou eleito após receber 948 votos. Ele foi o sexto mais votado.
No dia da eleição, Bira Rocha foi liberado para comparecer ao seu local de votação e depositar seu voto na urna. Para isso, foi escoltado do presídio até o seu local de votação.
Mesmo com seguindo número suficiente de votos para assumir uma cadeira na Câmara de Vereadores de Catolé do Rocha, ele foi impedido de tomar posse e acabou renunciando ao cargo.

PB Hoje
<

Mulher fica cega e perde rins após tomar vodka falsificada na balada


Hannah Powell estava se sentindo exausta e não parava de vomitar após uma noite de balada.
Foto/Reprodução
Hannah Powell estava se sentindo exausta e não parava de vomitar após uma noite de balada com amigos em Zakynthos, na Grécia, em agosto de 2016.
Mas não eram apenas sinais de uma ressaca. A jovem de 23 anos tinha bebido vodca misturada com metanol, também conhecido como álcool metílico. Ela diz que não sabia que a substância perigosa havia sido misturada à bebida.
Os rins de Hannah entraram em colapso e ela ficou cega. Só percebeu que havia algo errado quando acordou no seu quarto de hotel achando que as luzes estavam apagadas.
"Eu sugeri que abríssemos a cortina e meus amigos disseram que elas já estavam abertas, mas eu não percebi na hora o que estava acontecendo", disse a jovem à BBC.
"Eu pensei que eles estivessem brincando, então levantei para acender as luzes. Foi aí que eu comecei a entrar em pânico, porque foi quando percebi que as luzes estavam acesas e que eu não conseguia enxergar nada."
Hannah, da cidade britânica de Middlesbrough, foi levada ao hospital da ilha de Zakynthos antes de ser transferida para uma ilha maior da Grécia.
Ela estava tão confusa e delirante que pensou estar sendo sequestrada.
"Eu não entendia porque não conseguia enxergar. Eu pensei que fosse alguma coisa (tampando) meu olho ou na minha cabeça. Lembrava remotamente de falar com meu pai ao telefone", conta.
"Eu me lembro de esconder meu telefone nas axilas, pensando que fossem tirá-lo de mim."
Exames feitos no hospital confirmaram que Hannah havia ingerido metanol. Haviam servido a ela, num bar, vodca falsificada, misturada à substância tóxica.
Os amigos, que tinham bebido a mesma coisa, chegaram a passar mal e sentir dores no estômago, mas os sintomas passaram.
"Aparentemente, gangues fazem as vodcas clandestinamente e vendem aos bares por preços mais baratos. E os bares abastecem seu estoque com essas bebidas", explica Hannah.
"Então, se você é um consumidor, acha que está comprando vodca Smirnoff, mas não é. Eles colocam os líquidos em garrafas verdadeiras de Smirnoff."
Hannah voltou para casa semanas depois e teve que se ajustar à nova vida, sem visão. Os rins também pararam de funcionar e ela teve que passar 18 meses fazendo hemodiálise, até receber um órgão doado pela mãe.
Hannah conta que, no início, via tudo "completamente preto". Depois de um tempo, passou a enxergar tudo "muito embaçado". A jovem diz que se esforça para fazer as coisas sozinha e que espera receber um cão-guia para ganhar maior independência.
"Eu costumava acordar tendo esquecido que tinha perdido a visão. Ia me arrumar e percebia que não conseguia achar minha maquiagem, meu alisador de cabelos. Eu abria uma paleta de sombras de olho e o conteúdo parecia todo preto, sendo que estava cheio de sombras de cores diferentes", diz.
Até ações trivais – como fazer uma xícara de chá - ganharam novos contornos, e ela diz constantemente tropeçar em degraus e ter dificuldades em encontrar coisas.
Passaram-se três anos desde as férias na ilha grega que mudaram a vida de Hannah. Até agora, ninguém foi responsabilizado pelo que ocorreu.
A jovem diz que álcool falsificado possivelmente ainda é amplamente vendido em locais turísticos, como Zakynthos.
"Eu já não esperava que fossem punidos, mas acho que alguém deveria. Ou o bar sabia que tinha álcool manipulado ou alguém fez essa mistura. De qualquer forma, eu não tive nada a ver com isso. Eu nunca teria bebido se soubesse."
Hannah afirma que está determinada a viver uma vida normal desde que perdeu a visão. Ela vai à academia e ao cinema. Faz compras e celebra o aniversário dos amigos como fazia antes.

BBC
<

Mulher se entrega à polícia e confessa ter matado homem após sofrer assédio sexual, na PB


Delegacia de Esperança, PB — Foto: TV Paraíba/Reprodução
Uma mulher de 43 anos se apresentou à polícia na tarde da terça-feira (19) e confessou ter matado um homem com um golpe de faca, em Alagoa Nova, no Agreste paraibano, segundo a Polícia Civil. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Henry Fábio, a mulher alegou que atingiu o homem para se defender de um assédio sexual.
Segundo o delegado, o caso aconteceu no último domingo (17), por volta das 20h. De acordo com a versão da mulher dada à polícia, ela estava em um bar da cidade quando o homem, de 42 anos, chegou ao local embriagado e tentou molestá-la. Foi então que, para se defender, ela o atingiu com um golpe de faca no braço.
“Após ser ferido, o homem saiu do bar. No dia seguinte ele foi encontrado morto próximo ao local. Pelo que a polícia constatou, como ele estava embriagado e ficou andando pela rua, ele deve ter perdido muito sangue e não resistiu”, disse Henry Fábio.
Desde o dia do crime, a mulher estava foragida. Após investigações, a polícia conversou com a família, que informou que ela iria se entregar. Na tarde da terça, a mulher se apresentou com um advogado na Delegacia de Esperança.
Ainda segundo o delegado, além da mulher, o proprietário do bar também foi ouvido. “O caso não foi concluído porque ainda vamos ouvir outras testemunhas. Ela foi ouvida e liberada. Agora vai ser indiciada por homicídio e cabe à Justiça decidir se foi em legítima defesa ou não”, finalizou o delegado.

Do G1 Paraíba
<

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Vinte mais ricos do Congresso concentram fortuna de R$ 1,18 bilhão; Collor aparece na lista


Fernando Collor e Tasso Jereissati figuram na lista | Marcos Oliveira/Agência Senado
Levantamento do portal Congresso em Foco com base na declaração patrimonial dos 513 deputados e 81 senadores no exercício do mandato mostra que os 20 mais ricos (veja a lista mais abaixo) acumulam mais da metade de todos os bens informados à Justiça eleitoral por todos os parlamentares. Juntos, os nove senadores e 11 deputados mais ricos somam mais de R$ 1,18 bilhão, o equivalente a 56% dos R$ 2,09 bilhões acumulados pelos 594 congressistas.
As informações fazem parte da base de dados lançada pelo Congresso em Foco com a intenção de mostrar quem é quem no novo Parlamento. As informações reunidas incluem, além do patrimônio informado à Justiça eleitoral, a votação obtida por cada congressista, o grau de escolaridade, a cor autodeclarada, o endereço do gabinete, uma curta biografia e links para matérias deste site em que ele ou ela recebeu alguma menção.
Entre os 20 congressistas mais ricos, está o senador por Alagoas Fernando Collor de Mello (Pros). Na lista, há apenas uma mulher - a deputada Magda Mofatto (PR-GO) - e representantes de 13 partidos e 13 estados. Há quatro parlamentares de Minas Gerais, três do Ceará, dois de São Paulo e Goiás.
Paraná, Mato Grosso, Amazonas, Piauí, Rio Grande do Sul, Alagoas, Pernambuco, Roraima e Maranhão têm um nome cada. Ao todo, sete partidos têm dois nomes entre os mais endinheirados (Podemos, MDB, DEM, Novo, PR, PP e PSD) e outros seis, um (PSDB, PDT, PDT, Pros, SD e PSL) cada.
Veja quais são os 20 parlamentares mais ricos, conforme declaração à Justiça eleitoral, do atual Congresso:
1º - Tasso Jereissati (PSDB-CE) – R$ 389.019.698,60
Senador eleito em 2014 para o seu segundo mandato, é empresário e foi governador do Ceará.

2º - Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), senador – R$ 239.709.825,12
Economista e empresário do ramo da educação, exerce seu primeiro mandato político.

3º - Luiz Flávio Gomes (PSB-SP), deputado – R$ 119.810.503,06
Fundador da rede de ensino telepresencial LFG, Luiz Flávio Gomes foi promotor de justiça e juiz de direito, tendo atuado também como advogado. Estreia na política.

4º - Hercílio Araújo Diniz Filho (MDB-MG), deputado – R$ 38.844.003,09
Estreante na política, é empresário no ramo varejista supermercadista.

5º - Eduardo Girão (Podemos-CE), senador – R$ 36.397.417,26
Estreante na política, é empresário no ramo de hotelaria, transporte de valores e segurança privada. Fundou entidade sem fins lucrativos de atuação na área social.

6º - Jayme Campos (DEM-MT), senador – R$ 35.284.444,05
Pecuarista e ex-prefeito de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, foi senador entre 2007 e 2015.

7º - Eduardo Braga (MDB-AM), senador – R$ 31.624.764,31
Engenheiro eletricista, é empresário no ramo automobilístico. Ex-governador do Amazonas, foi reeleito em outubro.

8º - Alexis (Novo-SP), deputado – R$ 28.802.788,01
Calouro na política, é engenheiro mecânico e empresário no ramo de pisos e revestimentos industriais.

9º - Magda Mofatto (PR-GO), deputada – R$ 28.192.320,76
Deputada reeleita, é a única mulher entre os mais ricos do Congresso. É dona de hotéis e de clubes em Caldas Novas, cidade conhecida pelas águas termais.

10º - Vanderlan Cardoso (PP-GO), senador – R$ 26.664.659,57
Empresário dos ramos alimentício e de higiene, foi prefeito de Senador Canedo, município da região metropolitana de Goiânia.

11º - Ciro Nogueira (PP-PI), senador – R$ 23.314.081,45
Empresário e advogado, foi reeleito senador em outubro de 2018.

12º - Rodrigo Pacheco (DEM-MG), senador – R$ 22.834.764,00
Advogado, era deputado federal na legislatura passada.

13º - Afonso Motta (PDT-RS), deputado – R$ 21.345.369,25
Deputado reeleito, é advogado.

14º - Lucas Gonzalez (Novo-MG), deputado – R$ 21.140.240,06
Graduado em direito, é empresário no setor de logística. É estreante na política.

15º - Fernando Collor (Pros-AL), senador – R$ 20.308.318,48
Empresário do ramo da comunicação, foi governador e presidente da República, afastado do cargo em processo de impeachment, em 1992.

16º - Misael Varella (PSD-MG), deputado – R$ 20.075.223,44
Bacharel em administração, é pós-graduado em economia.

17º - Genecias Noronha (SD-CE), deputado – R$ 19.044.315,00
Deputado reeleito, é empresário do ramo de motos.

18º - Luciano Bivar (PSL-PE), deputado – R$ 17.980.493,66
Presidente do PSL, é empresário. Bacharel em direito, é pós-graduado em educação financeira.

19º - Haroldo Alves Campos (PSD-RR), deputado – R$ 14.822.011,10
Estreante na política, é empresário do ramo da educação, professor e doutor em Ciências Sociais.

20º - Josimar Maranhãozinho (PR-MA) – R$ 14.591.074,31
Empresário, foi prefeito de Maranhãozinho


Congresso em Foco
<

Torcedora do Vila Nova é morta a tiros em Goiânia


Diana Mara Gomes, 22 anos, estava com um grupo da torcida quando foi baleada nas costas. Ela foi socorrida e morreu no hospital
Diana Mara, 22 anos, morta durante uma reunião com a torcida organizada do Vila Nova (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)
Uma jovem de 22 anos foi morta a tiros na tarde do último domingo (17), no Setor Alto da Glória, em Goiânia. De acordo com a Polícia Militar (PM), Diana Mara Gomes estava com um grupo de torcida organizada quando foi baleada. O caso é investigado pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH).
De acordo com o relato do namorado da vítima para a Polícia Militar (PM), Diana estava na companhia de uma amiga com um grupo da torcida organizada do Vila Nova, na Rua Teófilo Otoni, quando dois indivíduos passaram atirando. Um dos disparos acertou as costas da jovem. Ela foi socorrida por uma equipe dos bombeiros e levada para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas morreu ao dar entrada na unidade.
De acordo com a Polícia Civil (PC), Diana já foi presa por roubo e, no momento da morte, era monitorada por tornozeleira eletrônica. O namorado da vítima relatou para a corporação que a motivação seria rixa entre torcidas organizadas.
O caso é investigado pela DIH. A reportagem tentou contato com o delegado responsável pelas investigações, mas as ligações não foram atendidas.

Do Mais Goiás
<

Jovens são presos suspeitos de assaltar casas de massagem, obrigar funcionárias a tirarem a roupa e filmá-las nuas, em Goiânia


Segundo a Polícia Civil, criminosos extorquiam as mulheres filmadas para que não divulgassem as gravações. Em depoimento, eles confessaram o crime.
Wanderson Barbosa da Silva e Raphael Phillip Araújo Miranda são presos suspeitos de assaltar casas de massagens em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/ Polícia Civil
Dois jovens foram presos suspeitos de roubar duas casas de massagens, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, além de roubar dinheiro do caixa e celulares, Raphael Phillip Araújo Miranda, de 22 anos, e Wanderson Barbosa da Silva, de 24, também obrigavam as funcionárias a tirarem a roupa e faziam vídeos delas nuas. O intuito era extorquir as mulheres, uma vez que eles ameaçavam divulgar as cenas caso elas não fizessem depósitos mensais no valor de R$ 500.
Os dois foram presos em um shopping da capital, na última sexta-feira (16). Conforme a polícia, ambos confessaram o crime. Com eles, foram encontrados R$ 650 em dinheiro falso e uma arma de pressão, usada para intimidar as vítimas.
Falsos clientes
A delegada Mayana Rezende, responsável pelo caso, disse que ao menos 12 mulheres foram vítimas nos dois casos. O primeiro assalto aconteceu em 24 de janeiro, no Setor Coimbra, quando os criminosos levaram cerca de R$ 1 mil.
O segundo roubo foi em 6 de fevereiro, no Setor Sul. Na ocasião, eles roubaram R$ 3mil.
De acordo com Mayana, os criminosos se passavam por clientes para cometer os crimes. “Eles ligavam nas casas de massagens, marcavam o serviço e, percebendo, que a situação era favorável, que não tinha tanta gente no local, anunciavam o assalto", relatou a delegada.
Em seguida, segundo Mayana, eles rendiam as mulheres e ordenavam que elas tirassem as roupas.
"Eles roubavam o dinheiro do caixa e começavam a fazer um vídeo mostrando a nudez dessas mulheres e diziam que iam divulgar os vídeos caso não depositassem o dinheiro mensalmente”, detalha.
No segundo assalto, os criminosos ainda alegaram que eram policiais e que, se a situação fosse denunciada, eles tomariam conhecimento.
Ameaça
Criminosos assaltavam casas de massagem e filmava funcionárias nuas para extorqui-las, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/ Polícia Civil
Mensagens de celular comprovam que os jovens extorquiam as mulheres filmadas para que não divulgassem os vídeos. Parte delas foi divulgada pela Polícia Civil.
Em uma delas, eles cobram o pagamento.
"Cadê meu depósito? Vocês têm até as 16h. Último prazo", escreve um dos criminosos na mensagem.
Apesar das ameaças, segundo a delegada, nenhuma das mulheres ouvidas fez qualquer tipo de depósito.
A dupla, que já tinha passagem por outros crimes, deve ser indiciada por extorsão e roubo.

G1
<

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Mulher que tentou matar marido com golpe de punhal comemora nas redes sociais


Karollayne Silva Ribeiro foi presa no sábado (16), no Bairro Jardim Paula, em Várzea Grande-MT, mas vai responder pelo crime em liberdade.
Karollayne deve responder em liberdade pelo crime.
Karollayne Silva Ribeiro, detida por atacar o marido com golpes de punhal, comemorou a liberdade nas redes sociais e ganhou apoio de alguns internautas. O crime aconteceu no sábado (16), no Bairro Jardim Paula, em Várzea Grande no Mato Grosso.
O comentário da 'agressora' foi feito na publicação da notícia de sua prisão, na página do Facebook do Site HiperNotícias.
Eu mal saí e já estou vendo meus amigos mostrar isso pra mim. Povo não deixa passar nada, mas graças a Deus e ao advogado estou solta agora para responder em liberdade. Sobre o homem, ele está bem, não corre risco de vida", disse Karollayne.
Outro internauta respondeu ao comentário dela dizendo que não deveria "abaixar a cabeça para o agressor".
O crime
A mulher contou que os dois começaram uma discussão por motivo fútil. Em seguida, o homem se enfureceu e a atacou com chutes e pontapés. 
Irritada, Karollayne afirmou que correu para cozinha, pegou um punhal e o atacou. Ela ainda revelou que Ricardo é traficante de drogas e, que mesmo ferido, ele foi até um esconderijo da casa, pegou a cocaína e fugiu na garupa de uma moto pilotada por um comparsa.

Repórter MT
<

Nascidos em março e abril começam a receber abono salarial do PIS 2017


O abono salarial do Programa de Integração Social (PIS), ano-base 2017, começa a ser pago esta semana para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em março e abril.
O crédito em conta para os correntistas da Caixa Econômica Federal será realizado amanhã. Os demais beneficiários podem sacar o benefício a partir de quinta-feira (21).
De acordo com a Caixa, estão disponíveis mais de R$ 2,7 bilhões para 3,7 milhões de trabalhadores.
Os servidores públicos com inscrição no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), finais 6 e 7, também recebem o abono salarial a partir de quinta-feira (21).
Os valores variam de R$ 84 a R$ 998, de acordo com o tempo trabalhado formalmente em 2017. Os pagamentos são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho de 2018. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 28 de junho de 2019.
Para os trabalhadores da iniciativa privada, beneficiários do PIS, o valor do abono salarial pode ser consultado no site da Caixa ou pelo telefone 0800 726 0207.
Para servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729 00 01.
Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS ou no Pasep há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2017 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2017.

Agência Brasil
<

Recém-nascido é encontrado abandonado em rua de cidade da Bahia


Bebê foi achado enrolado em uma manta, na cidade de Lauro de Freitas, e levado para o Hospital Geral Menandro de Farias. Ele passa bem.
Bebê recém-nascido foi encontrada em rua de Lauro de Freitas — Foto: Divulgação/SSP-BA
Um bebê recém-nascido foi encontrado abandonado em uma rua da cidade de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, no domingo (17).
Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o bebê foi resgatado por policiais militares, após serem acionados por moradores da localidade de Vida Nova.
De acordo com o titular do Comando de Policiamento da Região Metropolitana de Salvador, coronel PM Alfredo José Souza Nascimento, o bebê, que é um menino, estava vestido com fralda descartável e enrolado em uma mantinha. Ele foi deixado próximo de uma rotatória.
O bebê foi levado para o Hospital Geral Menandro de Farias, passou por exames e passa bem. Ainda não há informações sobre os pais da criança.
<

Trágico: Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho


Foto/Reprodução
Ricardo Boechat, como é de conhecimento, morreu há seis dias. O Brasil, claro, ficou chocado com a perda. O piloto do helicóptero, que caiu nas proximidades do Rodoanel, Ronaldo Quattrucci também não resistiu a tragédia e foi a óbito.
Para completar, a mãe do profissional, Philomena Augusto da Silva, de 80 anos, também faleceu três dias após o filho, nesta quinta-feira, 14 de fevereiro. Ela sofria de câncer e estava no hospital. Como já estava em estado terminal, ela não chegou a saber da morte do filho, Ronaldo Quattrucci, de 56 anos. A informação é do portal G1.
A filha de Ronaldo, piloto do helicóptero de Ricardo Boechat, confirmou a notícia em rede social. “Quando meu pai estava sofrendo com sua doença terminal, a vida nos surpreende e Deus o levou três dias antes dela. Você não a viu ir e ela não chegou a saber da sua partida e agora continuam juntos em outro plano. Oro por vocês e sei que irão guiar e cuidar de nós que ficamos, junto com o tio Rogério. Amo muito vocês e vou amar por toda eternidade”, escreveu Amanda Martinez.
A postagem de Amanda também faz referência a Rogério, irmão de Ronaldo, que morreu em 1998, aos 37 anos, também após um acidente aéreo. O helicóptero que ele pilotava bateu em um morro em Santana de Parnaíba.
No fim do texto Amanda agradece pelas mensagens de carinho e conforto que a família têm recebido e informa que a missa de sétimo dia da avó e do pai será realizada às 19h30 da próxima segunda-feira na Igreja Cristo Rei, no Tatuapé, São Paulo.
Ronaldo Quattrucci, piloto morto em acidente com Ricardo Boechat — (Foto: Reprodução/Facebook)
<

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Quatro crianças morrem em desabamentos após temporal em SP


Deslizamentos de terra ocorreram após chuva forte na noite deste sábado (16) na região.
Local do deslizamento de terra em Mauá, na Grande São Paulo — Foto: João Damásio/Estadão Conteúdo
Quatro crianças morreram em dois desabamentos em Mauá, na região do ABC, após o temporal que atingiu a cidade na noite deste sábado (16). 
As vítimas, de 1, 4, 8 e 11 anos, estavam todas soterradas. Três corpos foram localizados durante a madrugada deste domingo (17) pelo Corpo de Bombeiros e a quarta vítima durante a manhã.
Miguel de 8 anos e a irmã dele, Maria Luiza, de 1 ano, foram atingidos pelos escombros da casa onde moravam, na Rua Ane Altomar, no Jardim Zaira. A mãe das crianças foi resgatada com uma contusão no ombro ainda durante a noite. Um homem de 41 anos também foi atingido e teve uma fratura exposta. Ele foi encaminhado ao Pronto-Socorro.
Em outro desabamento no mesmo bairro, na Avenida Cidade de Mauá, morreram soterrados um menino de 4 anos e outra criança de 11 anos. A mãe delas foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Os corpos das crianças serão levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Santo André.
Dezesseis viaturas do Corpo de Bombeiros foram para os locais, com 50 bombeiros. Cães farejadores também foram enviados para a ocorrência. A Defesa Civil foi acionada.
Áreas do entorno foram interditadas e 5 famílias tiveram que deixar suas casas. Os desabrigados foram encaminhados para casas de familiares.
Segundo a Prefeitura de Mauá, 13 deslizamentos de terra e 5 desabamentos foram registrados na cidade desde a noite de sábado.
Área de Risco
As regiões afetadas pelos deslizamentos de terra no bairro Jardim Zaira são consideradas áreas de risco, com ocupações irregulares em encostas.
De acordo com João Veríssimo, secretário de Governo de Mauá, os moradores dessas regiões de encostas já tinham sido alertadas sobre o risco e possibilidade de deslizamento.
"O Jardim Zaira é composto de uma região muito diversificada, tem muitos morros, declive. A Defesa Civil sempre procura orientar e cadastrar essas pessoas em área de risco", afirmou. "Essa parte do bairro tem um declive bastante complicado, já tinham sido alertadas sobre a possibilidade de deslizamento.
De acordo com o secretário, as pessoas que tiveram que deixar suas casas após os imóveis serem interditados foram para a casa de parentes.
Previsão
O dia permanece chuvoso em Mauá neste domingo (17). Durante a previsão do Climatempo, o sol aparece entre muitas nuvens durante o dia e chove a qualquer hora do dia. Estão previstos 10 milímetros de chuva. A temperatura varia entre 19º e 23ºC.
Já a capital paulista amanheceu sem chuva após o temporal atingir a cidade na manhã e tarde de sábado (16) e ficar em estado de atenção. Ainda há condições para chuvas isoladas, principalmente no final da tarde, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), órgão da Prefeitura de São Paulo.
Bombeiros fazem buscas por vítimas de desabamento em Mauá, na Grande SP, na madrugada deste domingo (17) — Foto: Reprodução/Twitter/BombeirosPMESP
G1
<

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Mulher é presa suspeita de matar companheiro a facadas em Teresina-PI


Crime aconteceu na madrugada deste sábado (16), na Rua Alceu Brandão, bairro Monte Castelo, Zona Sul de Teresina.
Uma mulher, identificada como Taynara, foi presa suspeita de matar a facadas o companheiro na madrugada deste sábado (16). Segundo a polícia, o homicídio aconteceu na Rua Alceu Brandão, bairro Monte Castelo, Zona Sul de Teresina.
"Era por volta das 4h, a polícia foi acionada sobre um corpo próximo a uma casa de show. No local, os policiais foram informados que uma mulher desferiu dois golpes de faca no companheiro e fugiu", informou o tenente-coronel Lacerda, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar.
Conforme o comandante, a mulher teria assassinado o companheiro durante bebedeira. A vítima Fernando Farias Santos, 37 anos, era flanelinha e morreu no local.
Após diligências na região, a suspeita foi presa pela equipe da Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) no cruzamento das avenidas Gil Martins com Miguel Rosa e conduzida para Central de Flagrantes de Teresina.
O delegado Hildson Rodrigues, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), contou que a suspeita confessou ter matado o companheiro durante uma brincadeira. "Foi apenas uma facada no ombro. Eles tinham cinco anos de convivência", disse.

G1

<

Engenheiro flagra esposa com amante, mata os dois e comete suicídio


Ele ficou de tocaia a espera da mulher, que havia saído com o amante. Na volta, abordou o casal e atirou várias vezes.
Boa Vista - Um engenheiro de 41 anos matou a tiros a mulher e o amante dela, de 33 e 34 anos, respectivamente, na rua Rondônia, bairro dos Estados, em Boa Vista (RR). Após o duplo homicídio, o homem se suicidou com um tiro na cabeça. As informações são do portal a Folha de Boa Vista. Crime aconteceu na quinta-feira (14).
Conforme informações repassadas à imprensa pela polícia local, a mulher e o amante estavam mortos dentro de um veículo, modelo picape. Já o corpo do engenheiro foi encontrado caído sobre o chão a poucos metros do automóvel. 
Segundo os relatos de testemunhas à polícia, momentos antes do crime, as vítimas assassinadas chegaram em um bar por meio de dois carros. No estabelecimento, compraram bebidas alcoólicas e seguiram viagem apenas em um carro. 
Em seguida, o engenheiro e autor dos disparos chegou de carona em outro carro e aguardou o retorno da esposa, que voltaria ao bar para pegar o veículo que havia deixado estacionado. 
A polícia não soube informar quantos disparos de arma de fogo atingiram o amante. Mas as marcas eram visíveis a olho nu, pois ele estava sem camisa. Familiares das vítimas entraram em estado de choque depois que as identidades foram reveladas pela polícia. 
Conforme a Folha de Boa Vista apurou, o casamento do engenheiro passou por uma crise em novembro do ano passado, quando ele viajou para Brasília a trabalho e aproveitou para fazer um curso. Ele, inclusive, assumiu a Secretaria Estadual de Infraestrutura de Boa Vista (Senif) por um tempo.
Naquela época, ele recebeu fotos da mulher com o amante, e chegou a fazer ameaças à ela. Porém, ao retornar para Boa Vista e ser aconselhado por amigos e familiares, o homem desistiu da vingança. 
Durante um jantar em família, com a participação de alguns amigos próximos, a mulher foi questionada sobre a foto, mas declarou que ela e o engenheiro estavam bem no relacionamento. 
Ainda conforme apuração da Folha de Boa Vista, um colega de trabalho do engenheiro chegou a compartilhar nos últimos dias que ambos haviam conversado sobre o fim do relacionamento e ele havia orientado o amigo a procurar uma igreja e fugir dos sentimentos que lhe causassem perturbação. 
O casal tinha dois filhos, um de cinco anos e outro de oito. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Boa Vista.

Edição: Isac Sharlon/Em Tempo
<

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Polícia identifica dupla que furtou corpo de mulher de cova em MS: 'Um dos homens é obcecado por ela'


Investigação conseguiu imagens de câmeras, que mostram carro usado por dupla. Vítima foi morta a facadas e cadáver ainda permanece com os envolvidos.
Coveiro encontrou a terra remexida sobre a cova da mulher no cemitério de Dois Irmãos do Buriti, e ao verificar, constatou que o caixão estava vazio. — Foto: Osvaldo Nóbrega/TV Morena
A Polícia Civil desvendou parte da ação criminosa de dois homens, que furtaram o corpo de uma mulher de 37 anos, no cemitério de Dois Irmãos do Buriti, a 98 km de Campo Grande. Segundo a delegada Nelly Macedo, responsável pelas investigações, um dos homens é obcecado pela vítima e ainda está com o cadáver escondido.
"O crime está desvendado, assim como os autores e até o carro que utilizaram no crime. Nós temos imagens de câmeras de segurança e estamos aguardando o contato do advogado, que ficou de apresentar os envolvidos e entregar a localização do cadáver. É só neste momento que vamos entender o que mais há para ser descoberto. O que se sabe, até o momento, é que um dos homens é obcecado por ela", afirmou ao G1 a delegada.
Conforme a polícia, o corpo foi furtado da cova na madrugada de terça-feira (12), por volta de 1h (de MS). O coveiro verificou o furto ao chegar no cemitério para trabalhar.
Entenda o caso
Rosilei Potronieli, de 37 anos, foi ferida a facadas no abdômen após discussão com um homem em um bar do município de Terenos, a 23 km de Campo Grande, na noite de sábado (9).
Ela chegou a ser socorrida, porém, devido a gravidades dos ferimentos, foi encaminhada para a Santa Casa e lá morreu na madrugada de domingo (10). Na segunda (11), houve o enterro. No outro dia, o coveiro responsável pelo local verificou que a cova estava aberta e informou à polícia.
Um trabalhador rural de 38 anos se apresentou à polícia quarta-feira (13) e confessou ter esfaqueado a mulher.

G1

Surfista é mordido por tubarão em Fernando de Noronha


Vinícius Cavalcanti, de 31 anos, ficou com ferimentos no rosto, pescoço e orelha.
Incidente aconteceu na Praia da Cacimba. Foto: Reprodução/Wikimedia Commons
Um surfista foi mordido por um tubarão nesta quinta-feira (14) na Praia da Cacimba em Fernando de Noronha, a 545 quilômetros do Recife. Vinícius Cavalcanti, de 31 anos, foi levado ao Hospital São Lucas com ferimentos na face, pescoço e orelha. Ele foi atendido e já recebeu alta. Testemunhas contaram que a vítima surfava, mas teria caído da prancha em cima de um cardume de sardinhas e acabou mordido por um tubarão.
A praia em que Vinícius praticava o esporte não faz parte das duas que ficaram com restrição de banho após uma baleia morta aparecer na Praia do Cachorro. A carcaça estava com muitas mordidas e o sangue atraiu vários animais ao local.
Segundo ambientalistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), foi feita uma recomendação para que banhistas e turistas evitem entrar na água. Isso porque quando os tubarões estão se alimentando tendem a ficar mais agressivos.

OP9
<