NOME NOME NOME

domingo, 21 de janeiro de 2018

PM é suspeito de estuprar jovem de 18 anos na zona leste de SP. Veja vídeo



Polícia Civil já decretou a prisão temporária do acusado, mas ele ainda não foi preso.
Garota caminhava pela calçada para uma cerimônia religiosa quando foi abordada pelo suspeito (Foto: Reprodução)
Uma jovem de 18 anos foi vítima de um estupro no bairro de Aricanduva, na zona leste de São Paulo, na manhã do último domingo (14). O suspeito é um cabo da Polícia Militar de São Paulo. A Polícia Civil já decretou a prisão temporária do acusado, mas ele ainda não foi preso.
De acordo com o boletim de ocorrência, a garota caminhava pela calçada para uma cerimônia religiosa quando foi abordada pelo suspeito e ameaçada com uma arma de fogo (veja o vídeo ao final).
Mesmo com a arma apontada para a cabeça, ela tentou resistir, mas foi puxada para dentro do carro do suspeito, que estava estacionado em uma rua deserta. A jovem permaneceu com o rapaz por aproximadamente meia hora.
A vítima informou à polícia não saber se o suspeito usou preservativo, bem como não soube apontar nenhum detalhe especifico do interior do automóvel.
Após o crime, o suspeito disse para a vítima sair do carro e não contar a ninguém o que havia acontecido.
A jovem passou por exame sexológico e foi encaminhada para o serviço Bem Me Quer - Hospital Perola Byington. O nome do suspeito não será revelado pela reportagem porque ele ainda não foi preso.
A SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) confirma a investigação do caso de estupro, pelo 66º Distrito Policial (Jardim Aricanduva), mas não forneceu detalhes.

Leia a nota da SSP-SP:
"A Polícia Civil informa que o 66º Distrito Policial (Jardim Aricanduva) instaurou inquérito para investigar um estupro que vitimou uma jovem de 18 anos, na manhã de domingo (14), na Rua Antônio La Giudice. Mais detalhes não serão divulgados para não atrapalhar o trabalho policial, bem como para preservação da vítima de violência sexual".

 “Que Gostosa”
Em dezembro de 2017, o investigado sob suspeita de estupro se envolveu em outra ocorrência policial, desta vez de importunação ofensiva ao pudor.
Uma mulher procurou a polícia para relatar que um rapaz tinha passado com um carro preto e mostrado o órgão genital. Em seguida, disse as seguintes palavras: “Olha que gostosa”.
Policiais militares colocaram a vítima na viatura e passaram a procurar o suspeito na região do crime.
Segundo boletim de ocorrência , a vítima reconheceu “com certeza” o carro e as roupas usadas pelo suspeito. Questionado sobre o ocorrido, o suspeito negou.
Levado para a delegacia, o suspeito teve que assinar um termo circunstanciado, mas não foi preso.

Assista ao vídeo:


*Com a colaboração de Ana Beatriz Azevedo, estagiária do R7

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog