NOME NOME

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Menina de 6 anos é internada com suspeita de coma alcoólico e consumo de drogas em Fortaleza-CE



A criança de Pedra Branca foi resgatada em ambulância e está internada no Hospital Waldemar de Alcântara, em Fortaleza
Criança de 6 anos está internada no Hospital Waldemar de Alcântara, em Fortaleza. (FOTO: Google Street View)
Uma criança de 6 anos com suspeita de coma alcoólico e de consumo de drogas foi encaminhada desacordada para o Hospital Waldemar de Alcântara, em Fortaleza. O resgate para a capital cearense foi feito em ambulância, durante a noite desta quinta-feira (22).
A menina mora na cidade de Pedra Branca, mas foi resgatada em Quixadá, no sertão central cearense. As informações são da Rede Jangadeiro FM.
De acordo com o delegado de Pedra Branca, Lucas Ximenes, a menina deu entrada no municipal São Sebastião com suspeita de coma alcoólico e consumo de drogas. Sabendo do caso, a polícia foi ao local e ouviu o médico, que constatou o estado grave de saúde da criança.
Sem o suporte adequado, ela foi encaminhada para a unidade de saúde de Quixadá pelo Samu e, de lá, foi resgatada em ambulância, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública. De acordo com o delegado de Pedra Branca, foi atestado que a menor havia ingerido alto teor de álcool e possivelmente cocaína. A droga utilizada não foi confirmada ao Tribuna do Ceará.
“Nós fomos ao local do fato, possivelmente, e lá, junto do Conselho Tutelar e da Guarda Municipal, nós conduzimos o suspeito pra delegacia. É um mendigo, um andarilho que vive bêbado pela cidade. Inclusive, ele estava bêbado no momento da abordagem. Nós continuamos as investigações e as testemunhas oculares foram enfáticas ao afirmar que o suspeito não tinha ministrado nem droga nem álcool para a menor”, explicou o delegado.
O delegado diz que já oficiou alguns órgãos sobre o caso, para ter mais suporte, mas não revela muitos detalhes para não atrapalhar as investigações. No entanto, aponta novos caminhos do inquérito.
“Na família, tem um depoimento bastante controverso. Foi um dos motivos que nós ouvimos outras pessoas, ouvimos a vizinhança, estamos com essas respostas, mas não posso dizer agora porque isso prepararia esse nome que temos aqui pra uma possível fiscalização, possível mandato de busca. A gente quer aguardar, mas no prazo legal gerar esse inquérito pra Justiça”, disse Lucas Ximenes.
De acordo com o delegado, a criança saiu de Pedra Branca em estado grade, desacordada e entubada. A pena para quem oferece bebida alcoólica e droga para menores de idade vai de 2 a 4 anos, mais multa.

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog