NOME NOME NOME

domingo, 6 de maio de 2018

Garota de 16 anos manda matar o pai e a madrasta em Curitiba



O duplo homicídio está sendo investigado pela Polícia Civil da Lapa. (Foto: Reprodução/Google Street View)
Uma adolescente de 16 anos foi apreendida pela Polícia Civil suspeita de encomendar a morte do seu pai Manoel Valdomiro Licheski, de 49 anos, e de sua madrasta Eloina Oliveira, 47, na Lapa, município da Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada  deste sábado (5). O casal foi morto a facadas.
De acordo com a polícia, as investigações apontaram a garota como mandante e um jovem, de 16 anos, e um rapaz, de 19 anos, como executores do crime. Ambos eram amigos da garota e receberiam certa quantia em dinheiro após realizarem o assassinato. A motivação seria a não aceitação pela filha das medidas corretivas do pai.
“Após o crime os dois cúmplices fugiram, ocasião que o rapaz de 19 anos jogou a camiseta usada no crime próximo ao trilho do trem, localizada durante as diligências policiais e encaminhada para perícia”, falou o delegado responsável pelo caso, Jonas Eduardo Peixoto do Amaral, delegado-titular da 3ª Subdivisão Policial de São Mateus do Sul.
Um dos suspeitos já possui passagem policial e estava há apenas 40 dias solto. O delegado informou ainda que na residência do menor de idade foram apreendidas as roupas utilizadas por ele no dia do assassinato. “Além das roupas apreendemos os celulares dos dois menores envolvidos do caso, tudo será analisado pela perícia”, disse Amaral.
O crime
Manoel Valdomiro Licheski. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
A jovem esperou Manoel sair de casa para ir buscar a namorada em Colombo, também na região metropolitana da capital, e aproveitou o momento para deixar os comparsas entrarem na residência. Os dois se esconderam no forro e esperam o momento oportuno para descer e executar o homem e sua namorada. O crime foi cometido no quarto do casal.
Eloina chegou a ser socorrida e encaminhada a uma unidade de pronto-atendimento, no entanto, não resistiu aos ferimento e faleceu no local.
Confissão
Segundo a polícia, a menina foi confuzida à delegacia para prestar depoimento ainda no sábado. No entanto, ela ficou nervosa, entrou em contradição e, por fim, acabou confessando o crime. Aos policiais, ela afirmou que seu pai era muito rígido e que isso teria motivado o assassinato.
Os dois rapazes também admitiram sua participação nas execuções. Conforme os depoimentos, o maior de idade matou Manoel enquanto o jovem de 16 anos matou Eloina.
A dupla de menores responderá por ato infracional equiparado a homicídio triplamente qualificado. Já o rapaz de 19 anos foi autuado em flagrante por homicídio triplamente qualificado e corrupção de menores. Se condenado poderá pegar mais de 30 anos de reclusão. Todos aguardam à disposição da Justiça.

RIC Mais


comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog