NOME NOME

domingo, 28 de outubro de 2018

Mãe disse que matou filho de um ano e cinco meses porque escutava vozes que mandavam ela matar a criança



Domingas Joseane Andrade Carvalho, 40, disse que matou o filho Jhony William Carvalho Gonçalves, de um ano e cinco meses decapitado, porque escutava vozes que a ordenavam matar a criança e diziam que ele se tornaria um dragão que devoraria pessoas. Ela disse em depoimento que após tomar consciência, se arrependeu de matar o bebê e que não lembra detalhes do crime que aconteceu na tarde de sexta-feira (26), na casa da família.
Ela foi autuada em flagrante por homicídio qualificado e será encaminhada a uma Audiência de Custódia onde o juiz vai confirmar a regularidade da prisão e pedir exames que comprovem se a mulher passa por problemas psicológicos.
Jhony foi decapitado pela mãe com uma faca em cima da mesa de janta da casa. Domingas tem mais duas filhas que estavam na casa na hora do crime. Ela colocou o corpo e a cabeça da criança em sacolas plásticas, que foram encontradas pela sogra dela que acionou a polícia. Domingas foi presa horas depois em uma feira no bairro São José.

Maskate News

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog