NOME NOME

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Família pernambucana tem cinco mortos em assalto a banco no CE



Vítimas feitas reféns foram identificadas como o empresário João Batista Magalhães e o seu filho Vinícius Magalhães, de 14 anos, além de outros três parentes do empresário que moravam em São Paulo
João Batista e filho Vinícius estão entre os mortos na investida Foto/Reprodução
Cinco pessoas de uma mesma família pernambucana estão entre os mortos na tentativa de assalto ocorrido em Milagres, distante 482 km de Fortaleza, no Ceará. O crime aconteceu na madrugada desta sexta-feira (7). As vítimas foram identificadas como o empresário João Batista Magalhães e o filho Vinícius Magalhães, 14 anos, além de uma cunhada, o marido dela e o filho do casal, que moravam em São Paulo e estavam planejavam visitar familiares nas festas de fim de ano. As vítimas são naturais de Serra Talhada, no Sertão do estado. João e o filho teriam ido até Juazeiro do Norte buscar os parentes no aeroporto da cidade.
Comerciantes vizinhos da Magalhães Informática, loja de João Magalhães, lamentaram a perda do colega. “Ele é muito gente boa, sempre vinha aqui e a gente conversava. É uma família muito querida porque são todos envolvidos com o comércio. A cidade está realmente em choque”, contou Eliane Alves, que trabalha na Joyce Móveis.
Entre os familiares de João Magalhães envolvidos com o comércio estão os proprietários da loja Cedan Rações Indústria e Comércio, vizinha da Magalhães Informática. Uma prima de segundo grau do empresário, que preferiu não se identificar, disse que a ficha ainda não caiu. “Estamos esperando uma resposta da família. O pessoal fica inventando história e compartilhando fotos, mas a gente não sabe no que realmente acreditar. O clima aqui está de grande tristeza”, disse ela.
A investida às duas agências bancárias de Milagres deixou pelo menos 10 mortos. Os alvos foram as agências do Banco do Brasil e Bradesco. Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram acionadas por volta das 2h30, depois que os bandidos fortemente armados já estavam trocando tiros com a Polícia Militar. A polícia acredita que pelo menos 30 homens formavam o grupo criminoso. Ninguém ainda foi identificado ou preso. Segundo o prefeito de Milagres, Lielson Landim, os pernambucanos teriam sido feito reféns e usados como escudo humano pelos criminosos.
Segundo a polícia, quando iniciaram a tentativa de assalto às duas agências, os criminosos já estavam com alguns reféns. Os suspeitos foram surpreendido pela polícia e e foi iniciada uma intensa troca de tiros. Várias viaturas da polícia foram acionadas para a ocorrência que assustou os moradores da cidade do Cariri do Ceará. Alguns suspeitos conseguiram fugir sem levar dinheiro das agências bancárias. Um dos homens mortos teria sido encontrado usando um colete balístico e dentro de uma caminhonete. Dois carros da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Polícia Forense foram acionados para recolher os corpos das vítimas.
João era empresário do ramo de informática. Foto: Reprodução
OP9
<

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog