NOME NOME

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Paraibana de 17 anos vence o câncer e é aprovada em medicina na UFRN



Maria Fernanda foi diagnosticada com a doença aos três anos de idade e, em 2016, após passar pela última cirurgia, perdeu o movimento das pernas.
Na cidade de Barra de Santa Rosa, no Curimataú paraibano, uma história de superação e exemplo de vida vem sendo contada e recontada com orgulho desde a divulgação do resultado do Sisu deste ano. Como protagonista do enredo que ganhou fama está Maria Fernanda Almeida, de 17 anos, que acaba de conseguir mais um grande feito para coroar sua coleção de vitórias.
Recém-aprovada em medicina na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) no campus Caicó, curso com a maior nota de corte do país, a caloura comemora a entrada na universidade de um jeito pra lá de especial: não bastasse conquistar a única vaga da graduação reservada para candidatos com deficiência, ela estreia na vida acadêmica curada de um câncer contra o qual vem lutando há 14 anos.
Maria Fernanda foi diagnostica aos três anos de idade com um tumor na região da coluna. Em 2016, ela precisou ser submetida a uma cirurgia delicada que provocou a perda dos o movimento das pernas. Mas as limitações e o complexo tratamento, com sessões frequentes de quimioterapia e de radioterapia, não foram empecilho para a determinação da estudante. O histórico escolar é a maior prova da obstinação da estudante, que nunca perdeu um ano escolar e, mesmo em meio a uma rotina de consultas, hospitalizações e terapias debilitantes, sempre se dedicou para não perder a motivação nos estudos. 
O resultado não podia ter sido mais compensador. Além de aprovada na única vaga da cota à qual concorria, Maria Fernanda conquistou 920 pontos na redação, uma das maiores notas da Paraíba. “Fiquei muito feliz e até sem acreditar muito. Na modalidade que eu estava disputando só era uma vaga, e eu consegui”, anima-se. E o apoio da família, tão fundamental para que a adolescente realizasse o sonho de virar médica, segue agora para a nova realidade da estudante: a mudança para Caicó será acompanhada pelo parentes.
Maria Fernanda sempre estudou em escolas públicas e, no último ano de preparação, recorreu a aulas gratuitas na internet e a correções online das redações para reforçar o aprendizado. Mas, para ela, o mais importante de tudo foi acreditar no próprio sonho e na capacidade de conquistá-lo, mesmo cercada de adversidades. “Todo mundo tem problema e se você pensar só nas dificuldades, não vai conseguir fazer nada. Se você se esforçar, for atrás das coisas que você quer, com certeza você vai conseguir tudo o que almeja na vida”, finalizou.

OP9
<

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog