NOME NOME

quarta-feira, 13 de março de 2019

Dupla invade escola, matam seis e cometem suicídio



Tiros ocorreram na Escola Estadual Professor Raul Brasil, no Jardim Imperador, em Suzano. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.
Crime aconteceu em uma escola nesta manhã em Suzano Foto: Reprodução/Facebook
Ao menos seis pessoas foram mortas às 10h13 desta quarta-feira durante um tiroteio em uma escola de São Paulo na manhã desta quarta-feira (13). Cinco dos mortos são crianças. A sexta vítima é um funcionário do local. O ataque ocorreu na hora do intervalo na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano-SP.
Duas pessoas encapuzadas, uma delas vestindo preto, com uma balaclava estampada com uma caveira, e trajando um cinto com carregadores, invadiram o local e chegaram atirando. Professores reconheceram que os invasores eram adolescentes alunos da própria escola. Ele depois se mataram.
Equipes do Corpo de Bombeiros de Mogi das Cruzes já estão no local. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos. São cerca de mil alunos matriculados e 105 funcionários, segundo dados do Censo Escolar de 2017. A escola oferece turmas do 6º ano do ensino fundamental à 3ª série do Ensino Médio.
A professora Sandra Perez disse que por volta das 9h30, quando estavam no intervalo, ouviram os disparos. "Estava na sala de aula, na hora do intervalo. Pensei que fossem bombas, quando eu percebi que eram tiros fiquei lá. Só saí quando os policiais chegaram, 20 minutos depois", disse Sandra.
" Minha filha tem muitos amigos aqui. Estou chocada. Ela estudou aqui e muitos amigos estão me ligando", disse Derli Vilas, mãe de ex-aluna da escola.
“Meu amigo levou dois tiros. Tem 17 anos. Eu estou no terceiro ano. Estávamos no intervalo. Ouvi os tiros e vi pessoas correndo. Não se tem mais notícias dele”, disse chorando o aluno Matheus Mariano.
O governador João Doria assim que foi informado do ocorrido, cancelou toda sua agenda e se dirigiu ao local para acompanhar o trabalho de resgate e atendimento aos feridos.  Doria pediu apoio psicossocial, psicólogos, alimentação e ambulância no local para todas as vítimas e familiares.
Em nota, a Prefeitura de Suzano informou que o Pronto Socorro Municipal já recebeu crianças com ferimentos leves e os feridos com maior gravidade estão sendo encaminhados para o Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, e o Hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba.  A gestão municipal disse ainda que está dando suporte com equipes de emergência, como Defesa Civil, Samu e Guarda Civil Municipal.
As ações relativas ao sepultamento das vítimas serão amparadas pela prefeitura de Suzano e governo do Estado.
*Mais informações em instantes
Com Estadão

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog