NOME NOME

terça-feira, 2 de abril de 2019

Pai quebra costelas e mata bebê de 3 meses porque estava “estressado”



Um bebê de 3 meses foi morto pelo próprio pai em Andradas (MG). Segundo informações da polícia, Alexandre Montanholi, 23 anos, disse que estava “estressado porque não aguentava mais o choro do filho” e espancou Yago Lourenço. A mãe, Ana Carolina Lourenço Cândido, 19 anos, também foi presa por tentar encobrir o crime.
Logo depois de matá-lo, os pais levaram o bebê para o hospital. Foi no local que os médicos perceberam que Yago não teve uma morte natural. Enquanto esperavam para saber se o filho estava bem, o casal postou mensagens de luto nas redes sociais. “Hoje o dia amanheceu muito triste. Acabei de perder meu filho”, escreveu a mãe.
“Gente, estou aqui para anunciar uma perda inestimável. Eu minha esposa estamos muito tristes hoje (quarta-feira). Com apenas 3 meses de vida perdi meu filho que faleceu esta manhã em Andradas com uma parada cardíaca”, escreveu Alexandre.
O hospital chamou a polícia que os encaminhou para prestar esclarecimentos. No local, os dois confessaram o que ocorreu. “O bebê bateu a cabeça no braço do sofá depois que o pai o arremessou e assim ficou com traumatismo craniano. Ele também sofreu várias joelhadas e ficou com vários hematomas pelo corpo, além de quatro costelas quebradas, conforme diz o exame de necropsia”, contou o delegado Fabiano Roberto Mazzarotto Gonçalves ao jornal Extra.
Yago era o primeiro filho do casal. Alexandre e Ana Carolina foram levados para um presídio em Andradas. Vizinhos também serão ouvidos pela polícia. O inquérito deve estar concluído em 10 dias e o casal será indiciado. 

Metropoles

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog