NOME NOME

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Morte em motel: “As drogas levaram minha filha”, desabafa pai de jovem



Tarciane Couto, de 24 anos, foi encontrada desacordada e sem lesões aparentes em um motel, onde entrou com um homem desconhecido
O pai da supervisora de marketing Tarciane Couto, de 24 anos, que morreu no domingo (27) um dia após ser encontrada desacordada no quarto de um motel na Várzea, no Recife, sugeriu que a filha morreu em decorrência do vício de drogas. Em entrevista à TV Clube, uma emissora do Sistema Opinião, Sérgio Couto fez um apelo para que os pais participem ativamente da vida dos filhos. “O diabo está tirando nossos filhos de nós. Queria que os pais tomassem conta dos seus filhos, abraçassem mais, amassem mais”, desabafou.
De acordo com a Polícia Civil, Tarciane Couto estava na companhia de um homem desconhecido, no sábado (26), quando passou mal. Ela teria sido socorrida por funcionários do motel e encaminhada com parada cardíaca à UPA da Caxangá, onde faleceu no dia seguinte. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Bastante abalado, Sérgio  disse que as “más companhias” levaram a filha ao mundo das drogas e aconselhou os pais a acompanharem os filhos. “Talvez eu não tenha feito isso com minha filha, e as drogas vieram e tiraram ela de mim. O inimigo entrou na minha casa. Tome conta da internet, tome conta da vida dele, tome conta dos amigos. Estou com 48 anos e, se eu completar 108, vou continuar com essa mágoa no meu coração”, afirmou emocionado.

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog