NOME NOME

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Pastora é encontrada morta dentro de geladeira no Rio de Janeiro



Yone Ângela Maximo dos Santos tinha 47 anos e estava desaparecida desde o dia 24. O corpo dela foi achado pelo irmão.
Corpo da pastora estava dentro de uma geladeira. Foto: Reprodução
Uma pastora foi encontrada morta dentro da geladeira da casa onde morava, no sábado (28), na cidade de Miguel Pereira, no Rio de Janeiro. Yone Ângela Maximo dos Santos tinha 47 anos e estava desaparecida desde o dia 24. O corpo foi achado pelo irmão dela. O assassino ainda usou um arame e um lençol para amarrar e amordaçar a vítima.
A principal linha de investigação para o crime é a de feminicídio. O suspeito, que era namorado da vítima, morreu um dia depois do desaparecimento da pastora, após trocar tiros com policiais militares em São Paulo e matar um PM. No veículo onde estava Luan Nilton Martins, 30 anos, os policiais encontraram documentos da pastora.
Yone já havia sido ameaçada por Luan. Em dezembro do ano passado, ela registrou queixa pedindo medidas protetivas contra o suspeito. Ele já tinha passagens pela polícia, pelos crimes de assalto e porte ilegal de arma de calibre restrito, ambos ocorridos em 2011.



comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog