NOME NOME

terça-feira, 12 de maio de 2020

Ambulância capota e deixa enfermeiro e idosa com suspeita de Covid-19 mortos, na PB



Um acidente envolvendo uma ambulância do Samu deixou uma idosa de 91 anos com suspeita de Covid-19 e um enfermeiro mortos, na madrugada desta terça-feira (12), em Santa Rita, na Grande João Pessoa, na BR-230, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ambulância caiu em uma ribanceira perto do Hospital Metropolitano.
A ambulância do Samu era uma Unidade de Suporte Avançado (USA), usada para transportar pacientes suspeitos de Covid-19 para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. O motorista da ambulância teria perdido o controle do veículo, enquanto chovia forte no local, colidiu com o meio fio e capotou em seguida, caindo na ribanceira, conforme relato da PRF.
A PRF acredita que tenha acontecido o efeito aquaplanagem, quando o veículo perde a aderência na pista devido às chuvas. Ainda segundo a PRF, a idosa estava saindo da UPA de Cruz das Armas para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita.
O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados, mas ao chegar no local, constataram os dois óbitos. As equipes dos Bombeiros estavam paramentadas com as roupas necessárias para evitar a contaminação pelo coronavírus. O neto e a filha da vítima estavam em um carro atrás da viatura, seguindo o veículo até o hospital, e presenciaram o acidente.
Outras duas pessoas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Uma dela é um médico, de 36 anos, que já recebeu alta, e o condutor da ambulância, de 37 anos, que também já deixou a unidade de saúde.
O enfermeiro que morreu no acidente era Patrick Cavalcante da Costa Villarin, que trabalhava no Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho (HPMGER), além de atuar no Serviço de Atendimento Móvel da Urgência (Samu) de João Pessoa desde 2014.
O Hospital Edson Ramalho emitiu uma nota em nome de todos os colaboradores, solidarizando-se com a os familiares e amigos de Patrick Villarim. “Patrick perdeu sua vida na tentativa de salvar a do próximo. Que Deus o receba de braços abertos e o conduza ao descanso eterno”, disse a nota.
Em nota de pesar, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também lamentou a morte do enfermeiro e se solidarizou à família, amigos e colegas do Serviço. “E reconhece o trabalho heroico dos profissionais que estão atuando no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, além dos contínuos atendimentos de Urgência e Emergência na Grande João Pessoa”, pontuou a nota.
“Assim como todos os profissionais que trabalham no serviço, o profissional muito dedicado e comprometido com a assistência e um amigo querido por todos da equipe. Partiu no exercício da função, fazendo o que amava e acreditava. Salvando vidas!,” lamentou Adalberto Fulgêncio, Secretário de Saúde de João Pessoa.
A Secretaria também se solidarizou com a família da paciente de 91 anos, que estava no veículo sendo transferida para um serviço de referência para assistência médica, e afirmou que presta total apoio aos dois profissionais, condutor e médico, sobreviventes que estavam no veículo no momento do acidente.
“Estendemos nossa gratidão e homenagem neste dia 12 de maio, quando se comemora o Dia da Enfermagem e do Enfermeiro, a todos os profissionais de enfermagem que atuam nos serviços da rede municipal de saúde”, disse Érika Rivenna, diretora geral do Samu de João Pessoa.

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se