NOME NOME

quinta-feira, 21 de maio de 2020

Mulher mata ex-companheira com 5 tiros



Daiane Lima, 38, é apontada como autora dos disparos que mataram Juliana Cristina Cairos, 34.
Um relacionamento conturbado de mais de quatro anos, acabou em tragédia na noite de terça-feira (19), no Jardim Santa Felicidade, na região dos Ypês, Zona Norte de Mogi Guaçu. Daiane Lima, 38, é acusada de matar Juliana Cristina Cairos, 34, com cinco tiros.
As duas estavam juntas há quatro anos, mas há 15 dias, em mais uma crise de ciúmes de Daiana, o casal se separou, colocando ponto final no relacionamento. Porém, na noite de terça, por volta das 21h30, Daiane chegou em uma Yamaha Factor 125 e parou em frente à casa de Juliana.
Ela chamou a ex-companheira para conversar e Juliana a atendeu do lado de fora da casa de sua família. Poucos minutos mais tarde, familiares de Juliana ouviram disparos do lado de fora da casa. Quando saíram, encontraram-na caída, a poucos metros da casa, situada à rua da Servidão 3.
Segundo testemunhas, a vítima levou o primeiro tiro próximo à casa. Depois, ao tentar fugir pela rua, gritando por socorro, foi alvejada, pelo menos, mais quatro vezes. Os tiros acertaram as costas da vítima. O calibre da arma ainda não foi determinado pela perícia.
Sabe-se apenas que se trata de um revólver. A autora do crime é fugiu a pé, deixando a moto, a bolsa e um coldre para trás, levando apenas a arma.
Um pastor de uma igreja evangélica do bairro chegou a ver Daiane fugindo, segurando uma arma. "Era um revólver pequeno, de cano curto", recordou-se. A Guarda Civil Municipal chegou ao local rapidamente e chegou a fazer buscas na região, na tentativa de localizar a acusada, que mora em um bairro próximo, mas não a encontrou.
A relação entre Juliana e Daiane, de acordo com amigos e familiares da vítima, sempre foi muito turbulenta. Há cerca de quatro meses, durante uma crise de ciúmes, Daiane teria ateado fogo no carro de Juliana. A polícia segue procurando por Daiane. A perícia está no local. O corpo de Juliana foi removido para o IML (Instituto Médico Legal).
Portal da Cidade Mogi Mirim

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se