NOME NOME

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Advogado é condenado a 20 anos de prisão por matar pai e irmã a tiros




Um advogado de 37 anos foi condenado a 20 anos e oito meses de prisão pelo duplo homicídio do próprio pai e a meia-irmã. O crime ocorreu em setembro de 2018, na cidade de São Bento do Sul, no Norte catarinense, e a sentença foi definida na madrugada desta quarta-feira (20).
Segundo a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), o advogado teria cometido o crime por motivo torpe, já que o homem não aceitava a divisão da herança com a meia-irmã, Franciele Jelinksy, de 19 anos, que tinha recententemente sido reconhecida como filha pelo pai dele, Osmar Unisesky, de 61 anos.
O julgamento, que ocorreu no Tribunal do Júri de São Bento do Sul, começou na manhã de terça-feira (19) e terminou à 1h desta quarta (20).
Nesta manhã, o advogado que faz a defesa do condenado, César Godoy, disse que vai se reunir com os demais integrantes da defesa para analisar a condenação para decidir se haverá pedido de recurso. "Em princípio, a gente entende que a pena foi adequada pelos fatos, mas vamos analisar ainda", informou.
Sobre o caso
Segundo a denúncia do MPSC, o advogado usou uma arma de fogo para matar pai e a irmã. Ele teria ido ao escritório onde estavam as duas vítimas, parado junto à porta e iniciado uma conversa. Poucos segundos depois, o homem sacou uma arma de fogo e efetuou o primeiro disparo contra o pai.
Consta nos autos que, mesmo gravemente ferido, o homem saiu do recinto e tentou conter o réu. Sem munição na arma, o acusado afastou-se para recarregá-la e foi seguido pela vítima. Logo após, em virtude dos ferimentos, o pai do acusado caiu ao chão, impossibilitado de se defender.
O réu aproveitou a situação para terminar de recarregar a arma e efetuar mais um disparo na cabeça do idoso. De volta ao escritório, ao constatar que a irmã havia trancado a porta e telefonava para a Polícia Militar, o acusado efetuou um disparo contra a porta.
Como não conseguia entrar na sala, deslocou-se até a janela lateral e efetuou outros disparos contra a irmã, que atingiram braço e cabeça da vítima, que morreu no local.

G1-SC

NOME

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se