NOME NOME

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Paraibana confessa ter matado pai para beber sangue dele “saber era doce”; acusada era abusada pela vítima




Uma mulher confessou, no último dia 19 que matou seu pai em 2015, na Paraíba. Ela disse que havia sido estuprada por ele, e por conta disso, resolveu se vingar, ”fazendo justiça com as próprias mãos”. 
Num acerto de contas, ela o esfaqueou e bebeu todo seu sangue, e só não fez coisas ainda mais piores porque não teve coragem. 
Inclusive, ao chegar em casa, de moto, ela disse para a mãe que ”não iria mais vê-la”, pois já havia pensado em matar seu progenitor há algum tempo, após ter sido estuprada. 
Ainda no vídeo, mesmo estando já presa, ela não se arrependeu do que fez, e disse que ainda queria arrancar a cabeça do pai abusivo e empalá-lo em uma estaca, mas não conseguiu.

Por Rebeka Melo/Polêmica Paraíba
NOME

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentarios aqui publicados não expressam a opinião do blog

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se